Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Abertura do Parque Hortícola do Vale da Amoreira

Câmara da Moita garante 580 beneficiários diretos deste projeto municipal 


Foi na manhã do dia 12 de Dezembro que a Câmara da Moita abriu oficialmente o Parque Hortícola do Vale da Amoreira e atribuiu as 78 parcelas aos respetivas agregados familiares e três a associações locais. O modelo de Parque Hortícola do Vale da Amoreira agora aberto resulta do “envolvimento da Câmara Municipal da Moita com as pessoas, indo ao encontro das suas expetativas e necessidades, procurando o maior bem-estar da população”, garantiu o presidente da autarquia, Rui Garcia. No total, estima-se que haverá cerca de 580 beneficiários diretos deste projeto municipal que, além da criação e valorização de um espaço ordenado de hortas sociais. O projeto conta com o apoio do Programa EDP Solidária. 
Parque Hortícola foi inaugurado no sábado 

O presidente está consciente de que as hortas são, para a maioria das famílias, “uma atividade indispensável à sua subsistência”. As hortas urbanas passam a estar regularizadas e delimitadas num espaço próprio. No futuro, Rui Garcia espera "encontrar outros locais no concelho da Moita onde possa replicar o modelo agora implementado", sublinha o presidente da Câmara da Moita.
As 81 parcelas (78 para famílias e três para associações) do Parque Hortícola do Vale da Amoreira constituem uma área de 23 mil m2. No total, estima-se que haverá cerca de 580 beneficiários diretos deste projeto municipal que, além da criação e valorização de um espaço ordenado de hortas sociais, englobará também a dinamização de diversas atividades, tais como a formação e o apoio técnico em práticas de agricultura biológica.
O presidente da Câmara da Moita entregou simbolicamente o primeiro alvará de utilização do Parque Hortícola do Vale da Amoreira, seguindo-se um esclarecimento sobre as principais regras de utilização do parque.  Esta iniciativa culminou com a visita de eleitos, técnicos municipais e utilizadores das hortas ao Parque Hortícola do Vale da Amoreira. 

EDP apoia projeto da Câmara da Moita 
No passado mês de Maio, o Município da Moita apresentou uma candidatura ao Programa EDP Solidária, uma iniciativa da Fundação EDP que tem por objetivo "apoiar projetos que visam a melhoria da qualidade de vida das pessoas, em particular das socialmente desfavorecidas, a integração de comunidades em risco de exclusão social e a promoção do empreendedorismo social".
O projeto apresentado pela Câmara da Moita ao programa foi selecionado pelo júri e foi um dos vencedores do referido programa, pelo que vai ser celebrado um protocolo de colaboração para regular os termos e condições associados ao desenvolvimento do referido programa.
A implantação do Parque Hortícola envolve, explica a Câmara da Moita, "um conjunto de intervenções (limpeza do espaço, ordenamento das parcelas a atribuir, abertura de um furo e construção de rede de rega abrigos para ferramentas) e formação em agricultura biológica dos utilizadores das parcelas de terreno".
Nos próximos 20 dias, obrigatoriamente, inicia-se o cultivo dos mais diversos produtos hortícolas em cada uma das parcelas. Prevê-se que em meados de 2016 deverá haver colheitas de vários produtos. Espera-se, ainda, o envolvimento dos utilizadores e da comunidade em atividades que têm como fim último a valorização do trabalho realizado nas hortas, num contexto de promoção da coesão social", disse o vereador Miguel Canudo.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010