Piloto do Montijo ataca pódio no Africa Eco Race

Elisabete Jacinto parte para África com objectivo de estar no pódio

A piloto do Montijo, Elisabete Jacinto, e os restantes membros da equipa Oleoban já estão na estrada em direção a Motril, no sul de Espanha , onde vão realizaram esta segunda-feira as verificações administrativas e técnicas para o Africa Eco Race 2015. Como é habitual os participantes portugueses e espanhóis cumprem esta etapa imediatamente antes do embarque para Marrocos, uma excepção que a organização do rali concede aos pilotos ibéricos para que estes possam festejar o Natal em família. “Parto com a vontade de conseguir um lugar no pódio, embora reconheça que não vai ser tarefa fácil atendendo ao nível de preparação dos camiões presentes. Ganhar a categoria de camião seria a realização de um velho sonho”, admite Elisabete Jacinto.
Elisabete Jacinto quer conduzir o seu camião ao pódio 

Enquanto os portugueses ainda estão na estrada, os restantes participantes do Africa Race já deram início às formalidades do rali uma vez que se realizam ontem, em Saint Cyprien, as verificações administrativas e técnicas desta prova. Esta bela cidade costeira do Sul de França, localizada junto ao Mar Mediterrâneo, vai acolher mais uma vez a partida daquela que é a maior maratona africana de todo-o-terreno da atualidade e que este ano conta com cerca de 70 participantes. Nesta edição serão cerca de 30 os pilotos que vão cumprir na prova em moto, 30 equipas em automóvel e 10 em camião.
Para Elisabete Jacinto, o momento da partida para esta corrida é sempre envolto em grandes expectativas. O objetivo principal da equipa consiste em alcançar um lugar de pódio contudo, devido ao enorme nível de competitividade das formações que participam em camião, a piloto sabe que terá pela frente um rali difícil:  “Como é costume, o meu entusiasmo é proporcional ao nível de competitividade das equipas presentes. Embora saiba que as probabilidades de ter bons resultados são menores não há dúvida que o prazer é muito maior. Vou para competir. É isso que me anima!”, revelou a piloto do Montijo. A piloto vai ainda mais longe ao reconhecer que "ganhar a categoria Camião seria a realização de um velho sonho".
A noite de ontem foi passada no barco pois toda a comitiva atravessará o mediterrânico em direcção a Nador, já em Marrocos, onde o Africa Eco Race cumprirá a sua primeira etapa a qual decorrerá entre esta cidade e Errachidia.
No rali em que a piloto portuguesa vai participar mais uma vez aos comandos do MAN TGS com as cores da Oleoban – juntamente com o seu navegador José Marques e o mecânico Marco Cochinho. Numa equipa da qual fazem também parte o coordenador Jorge Gil, o condutor do MAN KAT de assistência e o mecânico Hélder Anjos, o moral é alto para o começo da aventura africana. 
Para além da África Eco Race, a piloto do Montijo terá ainda garantida a presença no Rali de Marrocos, o Aicha des Gazelles e, a grande novidade, que poderá constituir o regresso do Rali da Tunísia, sobre o
qual se aguardam notícias em início de Fevereiro. Esta prova foi suspensa em 2012 devido à grande instabilidade política verificada neste país.
As expectativas para o novo ano, segundo Elisabete Jacinto, estão ao "mais alto nível", levando na bagagem a ambição de "estar sempre entre os primeiros" nas provas em que vai estar presente.
"São provas bastante duras mas que gostamos imenso de participar. Temos as nossas ambições, que, naturalmente, passam sempre por ficar nos primeiros lugares. Vamos dar o nosso melhor. E é para isso que trabalhamos o ano inteiro. Esperemos que consigamos alcançar os nossos objetivos", finalizou a piloto portuguesa.

Agência de Notícias

Comentários

  1. É uma honra para Montijo ter esta piloto como sua filha. Espero que seja muito feliz na prova que está a disputar e que tenha um BOM ANO NOVO, tanto para si, como para a sua equipa e familiares.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário