Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Palmela marca novo ciclo de trabalho com associações

Câmara aprova Projeto de Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo

A Câmara de Palmela aprovou, por unanimidade, na reunião pública, o Projeto de Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo, que define as condições de acesso aos apoios a conceder pelo Município às associações do concelho que desenvolvam atividades de natureza social, cultural, educativa, desportiva e recreativa no nosso território. A aprovação deste Regulamento "marca o início de um novo ciclo de trabalho nesta área, depois da suspensão do anterior, em Junho de 2011, por ser impossível continuar a prestar apoios pecuniários", explica a autarquia. A oposição [PS e coligação PSD/CDS-PP] apoiou o projeto do executivo.
Apoio ao movimento associativo em Palmela com novas regras

Construído com o movimento associativo, através de um processo amplamente participado - quer através de fóruns de reflexão interna, quer de um conjunto de reuniões públicas - este documento, diz a autarquia, "vem atualizar e clarificar o relacionamento com as associações, adequando-o ao contexto socioeconómico e às novas realidades associativas, com grande rigor e transparência".
Entre os aspetos considerados, destaque para o enquadramento legal dos apoios municipais, os mecanismos de prestação de contas, os critérios de avaliação das propostas de atividades e projetos a apoiar e o contributo dos apoios municipais para a qualificação do associativismo.
A aprovação deste Regulamento "marca o início de um novo ciclo de trabalho nesta área, depois da suspensão do anterior, em Junho de 2011, por ser impossível continuar a prestar apoios pecuniários", explica a autarquia. No entanto, e apesar das dificuldades, foi mantido "um relacionamento estreito com o movimento associativo, na busca de soluções que permitissem viabilizar a atividade, e foram disponibilizados equipamentos, instalações e meios logísticos, bem como apoio técnico aos dirigentes das associações, na elaboração de candidaturas a fundos europeus. Já no presente mandato autárquico, foram revistos e estabelecidos novos protocolos de cooperação e deu-se início à elaboração do regulamento, fatores fundamentais para a continuidade deste trabalho de parceria, que se pretende aprofundar", realça fonte da Câmara.
O concelho de Palmela apresenta um "desenvolvimento sociocultural equilibrado e sustentável, onde a preservação da identidade local é uma realidade, fruto quer da dinâmica do Movimento Associativo, quer do investimento municipal na educação, cultura, desporto, juventude e intervenção social", diz a autarquia. O Movimento Associativo é, assim, "um parceiro privilegiado e um pilar insubstituível no modelo de desenvolvimento"  que a autarquia defende.
A oposição apoiou o projeto do executivo. Paulo Ribeiro, da coligação PSD/CDS-PP considera ser
“importante que os destinatários tenham conhecimento das regras claras do apoio ao associativismo”. O vereador deixou, no entanto uma sugestão ao executivo: “deveria haver formulários electrónicos no site da câmara para quem quisesse apresentar candidaturas". Por sua vez, o vereador do PS diz que este é “um bom regulamento e uma boa base de trabalho”, sintetizou Pedro Taleço. 
O projeto de Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo estará em consulta pública e será, posteriormente, apresentado a deliberação da Assembleia Municipal.

Agência de Notícias

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010