Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Câmara de Palmela tenta atrair mecenas

Programa pretende viabilizar projetos e ações em prol da comunidade

Em anos de maior sufoco financeiro e de menor investimento público nas áreas culturais e sociais, a autarquia de Palmela reuniu em Quinta do Anjo algumas empresas e movimento associativo para dar a conhecer 29 projectos municipais a realizar entre 2015 e 2017. Com esta aproximação aos "mecenas" a autarquia pretende "viabilizar a realização de projetos e reforçar a participação ativa de empresas e instituições no desenvolvimento do território". Ao assumir este tipo de responsabilidade social, a autarquia espera que "as empresas conhecem a realidade local e envolvem-se nos projetos marcantes do concelho", podendo usufruir de "benefícios fiscais, enquadráveis através da legislação em vigor". O encontro decorreu no Espaço do Complexo Fortuna – Artes e Ofícios, em Quinta do Anjo. 
Palmela reuniu com empresas e instituições locais 

Este programa, explica a autarquia, "tem como objetivos viabilizar a realização de projetos e ações em prol da comunidade e reforçar a participação ativa de empresas e instituições no desenvolvimento do território". O Município pretende continuar a desenvolver projetos marcantes nas diversas áreas e, para isso, conta com "as instituições e com o dinamismo do seu tecido empresarial, com quem visa construir parcerias sólidas e duradouras", diz a autarquia.
Ao assumir este tipo de responsabilidade social, "as empresas conhecem a realidade local e envolvem-se nos projetos marcantes do território, aumentam a sua visibilidade e repercutem na sociedade o resultado da sua atividade, podendo usufruir de benefícios fiscais, enquadráveis através da legislação em vigor", considera a autarquia palmelense.
Na iniciativa, a Câmara de Palmela deu a conhecer um conjunto de 29 projetos municipais a desenvolver entre 2015 e 2017, com destaque para o “Palmela Almenara”, “Cursos e Encontros sobre Ordens Militares”, “FIG – Festival Internacional de Gigantes”, “Palmela Wine Jazz”, “Sinfonia de Palmela”, “Fantasiarte”, “Aprender a Nadar”, “2 (de)mãos por Palmela”, “Centro de Recolha Animal”, “Hortas Comunitárias”, “Plantação de Árvores” e “ Academia da Proteção Civil”. Projetos para onde a autarquia procura apoios.
Na sua intervenção, o Presidente da Câmara, Álvaro Amaro, sublinhou e valorizou o apoio dos agentes associativos e económicos locais na manutenção de projetos emblemáticos do município. "Mesmo nestes últimos anos, mais difíceis, houve projetos que se mantiveram com enorme qualidade. Houve também da parte dos nossos atores locais, dos agentes associativos, mas também com o apoio de muitos agentes económicos, a capacidade de os manter com grande dignidade, não obstante os orçamentos terem reduzido substancialmente. Com a nossa capacidade de resistência, conseguiu-se ultrapassar e, hoje, o que temos assegurado e o que temos por convicção é que valeu a pena. São projetos que continuam a divulgar pela positiva Palmela e, quando Palmela é bem vista somos todos bem vistos".
Álvaro Amaro aproveitou, ainda, a ocasião para informar que "o Município está a trabalhar numa Carta da Responsabilidade Social, quer para o interior da organização, quer, também, para a comunidade".

Agência de Notícias

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010