Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Sesimbra ensina a confeccionar polvo

Mercados Municipais de Sesimbra e Quinta do Conde dão aulas de cozinha 

Conhecer novas e saborosas formas de confecionar uma das espécies mais capturadas pela frota de pesca de Sesimbra é um dos grandes atrativos das aulas de culinária com polvo, que regressam aos Mercados Municipais de Sesimbra e Quinta do Conde, nos dias 14 e 15 de Fevereiro das 10 às 12 horas. Ainda em Sesimbra, a autarquia procura voluntários para o projeto Hortas Solidárias da Quinta do Conde, destinado a famílias e organizações não governamentais locais com o objetivo de promover a agricultura em modo tradicional. 


Aulas de culinária com polvo chegam aos mercados municipais 
Esta iniciativa faz parte da campanha Sesimbra é Peixe, e é promovida pela Docapesca, em colaboração com a Câmara de Sesimbra e Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, no âmbito do projeto CCL – Comprovativo de Compra em Lota, cofinanciado pelo programa PROMAR.
A etiqueta CCL permite identificar, junto do consumidor final, a lota onde o pescado foi transacionado, contribuindo para a valorização qualitativa e quantitativa do pescado e, consequentemente, para a sustentabilidade dos recursos, aumento da rentabilidade do sector das pescas em Portugal e da retribuição dos nossos pescadores.
Em Setembro do ano passado, o chef José Serrano e alunas da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa conquistaram a atenção do público, que circulava nos edifícios, com deliciosas receitas, entre elas polvo confitado com batata doce. Agora chegou a vez do polvo ser rei nas "cozinhas" de Sesimbra.

Voluntários para as Hortas Solidárias da Quinta do Conde 
A autarquia de Sesimbra procura voluntários para o projeto Hortas Solidárias da Quinta do Conde, destinado a famílias e organizações não governamentais locais com o objetivo de promover a agricultura em modo tradicional de cariz tendencialmente biológico, como atividade de lazer ou como complemento económico.
Apoio na gestão dos espaços comuns e de lazer, identificação e monitorização das espécies cultivadas e produzidas, manutenção dos percursos interpretativos e linhas de água e desenvolvimento de ações de educação e sensibilização ambiental são algumas das tarefas definidas para quem se ocupar destas hortas.
Os voluntários têm de ter idade superior a 18 anos, preferencialmente com formação ou experiência nas áreas agrícolas e/ou ambientais, e serem residentes na freguesia da Quinta do Conde.
Veja AQUI mais informações sobre o projecto da autarquia de Sesimbra.


Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em www.adn-agenciadenoticias.com


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010