Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Presidente do Montijo iniciou visita às escolas do concelho

"Escola pública é um fator fundamental de desenvolvimento e democratização"

Pela defesa da escola pública, o presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, iniciou no passado dia 14 de Fevereiro, na Escola Básica Liberdade, um périplo pelas escolas do concelho. As visitas têm como principal objetivo “fazer um levantamento das situações mais preocupantes, para que possam ser resolvidas com eficácia, num processo conjunto entre a autarquia e comunidade escolar", diz o presidente.  


Executivo municipal iniciou périplo pelas escolas do Montijo 

Acompanhado pelos vereadores Francisco dos Santos e Maria Clara Silva e por Fernando Caria, presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, Nuno Canta defendeu que a “escola pública é um fator fundamental de desenvolvimento e democratização da nossa sociedade que se alicerça, cada vez mais, no conhecimento que se aprende na escola”, disse o chefe de executivo da Câmara do Montijo.
Para o autarca, após a democratização do acesso, o próximo desafio da escola pública “é a democratização do sucesso. Não é um trabalho fácil, mas todos temos de trabalhar na democratização do sucesso dos alunos, independentemente do seu estrato social”, afirmou Nuno Canta.
A visita à EB Liberdade permitiu uma reunião de trabalho com o diretor do Agrupamento de Escolas do Montijo, Nuno Peres, a coordenadora da EB Liberdade, Rosalina Sousa, e o presidente da Associação de Pais Bairro da Liberdade, Filipe Pereira, para o executivo municipal estreitar, ainda mais, a proximidade e a parceria com a comunidade educativa deste estabelecimento de ensino.

Contactar de perto com os problemas 
Durante a reunião, a coordenadora da EB Liberdade elencou os principais problemas da escola como a necessidade de intervenção nas infraestruturas e a escassez de recursos humanos. Apesar da Câmara garantir que está a cumprir o rácio do número de funcionários (que é estipulado pelo Ministério da Educação), por vezes, existem situações de ausência de trabalhadores por motivo de doença que dificultam o funcionamento diário da escola.
O presidente Nuno Canta assegurou que a visita do executivo procura, também, “fazer um levantamento das situações mais preocupantes, para que possam ser resolvidas com eficácia, num processo conjunto entre a autarquia, os professores, o pessoal não docente e os pais, dentro das possibilidades financeiras da Câmara. O entendimento entre todos os agentes da comunidade educativa tem sido e vai continuar a ser fundamental para o sucesso da escola pública no Montijo”, conclui o presidente da Câmara de Montijo.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010