Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Alunos visitam exposições no Barreiro

Alunos dos Casquilhos visitaram exposições no Auditório Municipal Augusto Cabrita

As exposições “Almada, Desenho e Tudo!”, “Das Raízes” e “Retrato Sonoro do Arco Ribeirinho Sul”, no Auditório Municipal Augusto Cabrita foram visitadas, na manhã de 5 de Fevereiro, por um grupo de alunos do 10º ano do curso de Design de Interiores e Exteriores da Escola Secundaria de Casquilhos, do Barreiro. 

Alunos do 10º  ano visitaram exposições no Barreiro 
Um grupo de 22 alunos, acompanhados de dois professores, visitou, informou a autarquia do Barreiro, a exposição “Almada, Desenho e Tudo!”, que conta com trabalhos da autoria de alunos do 12º ano do curso de Artes Visuais da Escola Secundária de Casquilhos. “A exposição integra um conjunto de trabalhos realizados a partir de abordagens interpretativas e críticas de alguns dos trabalhos mais significativos da vasta obra pictórica de Almada Negreiros.Com uma obra artística e literária ímpar no panorama nacional, Almada Negreiros é uma das personalidades mais importantes da arte e da cultura nacionais de todos os tempos”, refere a sinopse da exposição.
A mostra “Das Raízes”, de ilustração, com trabalhos da autoria de Ana Ventura, foi apresentada aos estudantes por uma técnica da Câmara do Barreiro.
O “Retrato Sonoro do Arco Ribeirinho Sul foi “guiado” por Igor de Brito, da OUT.RA – Associação Cultural, que assina o projeto que apresenta a paisagem “acústica” do Concelho, com o apoio da autarquia barreirense e da Baía do Tejo. Esta última, refira-se, “tem um cariz marcadamente interativo, apresentando um filme e disponibilizando vários sons característicos, estimulando a escuta dos visitantes”, diz um comunicado da Câmara do Barreiro. 
Neste projecto, iniciado em 2011 e agora concluído, elaborou-se um retrato sonoro do Concelho do Barreiro, com especial incidência nas áreas da Reserva Natural Local da Mata da Machada e do Sapal do Rio Coina, bem como em outras zonas da Frente Ribeirinha do Concelho, como a Praia de Alburrica ou o Parque Industrial.
Estas recolhas sonoras, reunidas num arquivo online, segundo a autarquia, "pretendem lançar as bases para um entendimento diferente da cidade, através da escuta dos sons característicos dessas áreas, quer sejam as muitas espécies com habitat na Mata da Machada, quer a atividade humana ou industrial, que contribuem para a identidade do Barreiro".
A exposição oferecerá um pequeno percurso pelas várias fases do projecto, desde a fase inicial de conceção até à audição de alguns dos sons que compõem o arquivo sonoro final. Contará com visitas guiadas à comunidade escolar, e acolherá, no seu encerramento, um Concerto Para Olhos Vendados, pelo artista Luís Antero, baseado inteiramente nos sons recolhidos por si para este projecto.

Visitas guiadas mediante marcação 
As três exposições integram a programação da iniciativa “Palmo e Meio”, com atividades pensadas para toda a família, com experiências divertidas e pedagógicas, nas áreas das Artes Visuais, Música, Dança e Teatro e algumas surpresas. Toda a programação pode ser consultada AQUI.
As mostras, patentes ao público, podem ser vistas respetivamente, até 23 de Fevereiro, 9 de Fevereiro, e 30 de Março. Todas, com entrada livre, podem ser apreciadas de terça-feira a sábado, das 14 às 20 horas.
A autarquia assegura ainda visitas guiadas ao público em geral (mediante de marcação prévia pelo telefone 212 147 410), no segundo e quarto sábado de cada mês. E para as escolas à terça e quinta-feira de manhã.
O Auditório Municipal Augusto Cabrita está situado no Parque da Cidade, Avenida Escola de Fuzileiros Navais, no Barreiro.

Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em www.adn-agenciadenoticias.com


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010