Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Alcochete assinalou “Dia dos Afectos”

Alcochete quer ser a "vila dos afectos" 

O Agrupamento de Escolas de Alcochete festejou no dia 11 de Fevereiro, o “Dia dos Afectos” com muitos abraços e sorrisos entre professores, alunos e funcionários. E a iniciativa não se resumiu à comunidade escolar do concelho. A câmara local quer criar o conceito de "vila de afectos" e convidou funcionários municipais e munícipes a trocarem abraços e cumprimentos especiais. E porque a semana é de afecto... na sexta-feira há várias iniciativas na biblioteca municipal para comemorar o Dia dos Namorados. Fala-se de amor em Alcochete, a vila dos afectos.


Alunos de Alcochete festejaram dia dos afectos 
No âmbito da Educação para a Saúde nas escolas do concelho, na passada terça-feira foi comemorado o Dia dos Afectos em Alcochete, numa iniciativa promovida pelo Agrupamento de Escolas, pela Unidade de Saúde Pública de Alcochete e pela Unidade de Cuidados Continuados de Montijo/Alcochete, em parceria com a autarquia local.
Numa manhã chuvosa, às 10 da manhã, e durante a aula a seguir, os alunos foram convidados a abraçarem-se e sorrirem, bem como a reflectir em conjunto sobre a temática dos afectos e a redigir uma frase registada num “smile” em papel.
Esta iniciativa da Equipa de Educação para a Saúde e Educação Sexual, coordenada pela professora Alexandra Ferreira, estendeu-se aos outros níveis de ensino do Concelho. 
Para os organizadores, o projecto escolar teve como objectivo fomentar as "Escolas de Afectos no sentido "de realçar a importância que os afectos e os sorrisos podem ter no quotidiano e nas relações entre as pessoas e de melhorar as relações interpessoais no seio da comunidade educativa". 
Nessa terça-feira dedicado ao afecto, todas as escolas, do Ensino Pré-Escolar ao Secundário, realizaram exposições dos trabalhos dos alunos sobre os afectos, que incluíram a exposição da “Maçã dos Afectos” elaborada pelos alunos para representar os afectos vivenciados em cada escola.
A pausa com um toque suplementar para que toda a comunidade educativa (crianças, jovens, professores e funcionários) abraçaram-se e cumprimentou-se de uma forma diferente e sorriu a quem estava ao lado, num momento que foi, definitivamente,  diferente
Na Escola Secundária foi feito um mural com a transcrição de uma frase que surgiu do debate em sala de aula sobre a temática dos “Afectos/Sorrisos” e de 24 de Fevereiro a 10 de Março as “Maçãs dos Afectos” serão expostas na Biblioteca Municipal.
E "tanto afecto" não se resumiu às escolas do concelho ribeirinho. Lá fora, a Câmara local sugeriu aos seus funcionários e munícipes se abracem e cumprimentem de forma diferente. A esta hora, às 10 horas, também a sirene dos Bombeiros Voluntários de Alcochete assinalou o momento: estava na hora de um abraço, um beijo e uma partilhe de (muitos) afectos. Afinal de contas, diz a autarquia local com carinho, quer alargar o conceito de “Escola de Afectos” a “Vila de Afectos”. 

Biblioteca de Alcochete assinala Dia dos Namorados 
Vai-se falar de amor na sexta-feira em Alcochete 
E depois de "tanto afecto", a vila que quer ser de "afectos" comemora o dia do amor, ou por outras palavras, o Dia dos Namorados.
A Biblioteca de Alcochete vai assinalar, no dia 14 de Fevereiro, o Dia dos Namorados com a realização de um Encontro Intergeracional, dirigido a alunos do Concelho, e de uma Oficina, aberta à participação de crianças a partir dos 6 anos.
O Encontro Intergeracional "Fala-me de Amor..." contará com duas sessões, em que participarão alunos da Escola Básica N.º 1 de Alcochete (Monte Novo), num total de 43 crianças. Esta iniciativa tem como objectivo abordar a temática do namoro e os seus rituais, no passado e no presente.
A Oficina do Dia dos Namorados terá início às 16 horas com duração de 120 minutos, em que a proposta feita aos mais novos é "a criação de um camião cheio de corações e carregado de muitos afectos", explica a Câmara de Alcochete.
No dia 15 de Fevereiro, a Biblioteca de Alcochete tem também inscrições abertas para a iniciativa “No 3.º Sábado de Cada Mês… Uma Oficina de Cada Vez! – A Humanidade” em que o desafio é criar pessoas em papel a partir de canetas de feltro, tecidos de várias texturas, cores e padrões.
Esta actividade é dirigida a pais e filhos (crianças a partir dos 5 anos) e tem a duração de 60 minutos. Para mais informações e inscrições contactar a Biblioteca Municipal através do 212 349 720 ou do endereço electrónico biblioteca@cm-alcochete.pt.



0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010