Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Festa das Vindimas atraiu milhares a Palmela

Palmela brindou aos 50 anos da Festa das Vindimas  

Para trás ficaram seis dias de festa intensa. Nas ruas e travessas da secular Palmela restam só os vestígios de noites e dias quentes de muita animação. A festa mais representativa do concelho celebrou os 50 anos e feito o balanço, é muito positivo diz o presidente da Associação das Festas de Palmela que vai deixar o cargo este ano.

Durante a Festa das Vindimas a animação foi constante 
A Festa das Vindimas em Palmela esteve à altura das expetativas lançadas pela organização para comemorar o marco significativo do meio século de existência, mesmo com alguns pequenos percalços pelo caminho. Jorge Emídio, presidente da Comissão das Festas das Vindimas, destaca “o brinde universal dos 50 anos do certame e o dia de encerramento, o espetáculo pirotécnico com 270 músicos coordenados por Jorge Salgueiro”.
Ora, na hora dos balanços, “a análise feita por quem frequentou a Festa das Vindimas não podia ser melhor”, conta o presidente da Associação de Festas, acrescentando que na passada terça feira foi o dia com maior enchente da Festa “desde há muitos anos”.
O número de pessoas que passaram pela Festa de Vindimas é relativamente o mesmo de anos transatos, facto que não se traduziu, dizem, no aumento do negócio.
“Muitos feirantes queixaram-se da fraca atividade na Festa das Vindimas, o que demonstra que a população tem cada vez menor poder de compra e escolhe o certame para dar um passeio e assistir aos diversos espetáculos e entretenimento”, diz Jorge Emídio.
A Festa decorreu em Palmela entre o dia 29 de Agosto e 3 de Setembro, marcando o início dos trabalhos na recolha das uvas para produção do vinho.

Presidente demissionário
Rainha levou pipa com 1º mosto do ano 
Os excessos de álcool cometidos na Festa das Vindimas, principalmente pelos mais jovens, o que acaba, em alguns casos, em coma alcoólico, ou alguns episódios de desacatos provocados pelo excesso são tidos em conta pela organização das Vindimas. “A partir da uma da manhã, a venda de garrafas nos stands das adegas ficou interdita em acordo entre todos os produtores, mas esta não é uma lei e a comissão não tem a capacidade de agir como agente da autoridade e obrigar ao cumprimento da norma”, explica Jorge Emídio, acrescentando a diminuição de casos de comas alcoólicos nos últimos anos.
No que diz respeito a melhorias a efetuar para a próxima edição das Vindimas, o ainda presidente da Associação – que deixa o cargo este ano – espera que a próxima direção tenha atenção à grandeza que estas festas representam não apenas para a comunidade mas também para toda a região. “A continuidade da realização das Festas das Vindimas é fulcral para a economia local”, aponta Jorge Emídio.
Veja AQUI a reportagem fotográfica de Tânia Castro na Festa das Vindimas 


Agência de Notícias 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010