Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Sesimbra mostra Quinta agrícola na Moagem Sampaio

A Quinta na Moagem encantou miúdos e graúdos

Pelo terceiro ano consecutivo a Moagem de Sampaio, em Sesimbra, transformou-se numa quinta agrícola, onde não faltaram ovelhas, cabras e produtos típicos do campo. No recinto juntaram-se dezenas de famílias, que não quiseram deixar de visitar a feira e de assistir aos dois momentos altos do evento: a ordenha e tosquia. Sabino Rodrigues fez uma demonstração de uma ordenha manual, técnica que aprendeu com o avô e o pai. "Sempre fiz isto, nasci e cresci no meio do campo e sempre me identifiquei com esta vida". O criador de cabras e ovelhas, que fabrica queijo há mais de quatro décadas, explicou a importância do leite fresco na produção dos queijos da Azoia. 
Visitantes tomaram contacto com a realidade rural do concelho 

"Tenho a queijaria a 150 metros da leitaria e só isso diz tudo sobre a qualidade dos nossos produtos. Os nossos animais crescem e alimentam-se nas pastagens da freguesia do Castelo e o que consomem, como bagas de zimbro e outras espécies existentes na zona, permitem que produzam leite de excelente qualidade. Esta feira acaba por ser muito importante para que as pessoas saibam como as coisas funcionam e como trabalhamos", disse o criador. 
João Cândido Polido mostrou o processo manual da tosquia feito apenas com uma tesoura. "Antigamente era assim que cortávamos a lã às ovelhas, era muito cansativo e pouco confortável para os animais que ficavam amarrados. Agora é muito mais fácil. Aliás, no tempo que levo a tosquiar uma ovelha o meu colega com uma máquina tosquia duas ou três. Os utensílios elétricos vieram facilitar todo o processo".
Para o público a Quinta da Moagem é uma iniciativa fundamental para o conhecimento de algumas das atividades típicas da zona rural do concelho. "Somos um concelho muito rico e é fantástico podermos trazer os miúdos a este tipo de iniciativas, onde podem ver e apreciar todo o potencial que tem a nossa região, que é tanto mar, como serra e campo", realçou Carlos Francisco, natural da freguesia de Santiago.

Público enaltece iniciativa 

Com segunda residência no concelho, na Aldeia do Meco, João Pedro Trafaria enalteceu também a iniciativa. "Quando temos miúdos a crescer na cidade é importante mostrar-lhes que as frutas, o leite e tantos outros bens que consumimos não aparecem no frigorífico por magia. Na minha opinião, estas ações são fundamentais para lhes mostrarmos outras realidades e para que percebam que há todo um mundo para além dos computadores".
E se a maioria dos criadores teme o fim da criação de animais por falta de interesse dos mais novos, há quem troque facilmente a playstation e a televisão por um passeio pelos campos entre ovelhas e cabras. "Quando saio da escola vou sempre ajudar os meus tios que têm um rebanho. Gosto muito de passear os animais, já sei ordenhar e tomo conta deles sempre que é preciso", contou Rodrigo Rodrigues, 14 anos, de Alfarim. O jovem participa na feira desde da primeira edição. 
"Quando pensamos que a malta nova já não quer nada com isto lá nos aparece um que nos prova que afinal ainda há apaixonados pelos afazeres do campo e este miúdo é um espetáculo", diz António Neves Polido, de Alfarim, também fascinado pelo mundo rural. "Posso mesmo dizer que nasci e fui criado no campo, tenho mais de 100 cabras e ovelhas e adoro estes animais. É algo que me dá muito prazer apesar de a família dizer que já não tenho idade, nem saúde para tratar deles".
Ao longo do dia, vários animais do campo como ovelhas, coelhas, cabras, galinhas ou galos estiveram expostos no exterior do local. No recinto, os mais pequenos tiveram ainda direito a passeios de burro. "Adorei é tão fofinho e mansinho", disse a Margarida Fernandes, de 7 anos. Os irmãos Bruno e Gonçalo Sebastião, de 11 e 5 anos, também se mostraram rendidos aos animais. "Nunca tínhamos vindo aqui mas a mãe e o pai quiseram vir e estamos a gostar muito. Nunca tinha visto um carneiro tão grande e tão barulhento".
Quem passou pela Moagem de Sampaio pode ainda adquirir frutas e legumes de produtores locais, queijo e pão caseiro cozido no forno, especialidades tradicionais do concelho. A Quinta na Moagem terminou com a atuação do grupo musical AZ Duo 3.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010