Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Bandas amadoras levaram rock ao Samouco

"Iniciativa que se impunha na programação para a juventude" 

Os ritmos do rock fizeram-se ouvir na praça do MFA, em Samouco, durante o concerto de bandas amadoras promovido pela câmara  de Alcochete. Um evento que encerrou as comemorações do 25 de Abril no concelho. As bandas Lyrical Minds, Persona 77, The Crying Grapes e Smash estiveram ao seu melhor nível na interpretação de temas originais e covers de bandas míticas do rock. Para a vereadora da Educação e da Juventude, este concerto em Samouco “é uma iniciativa que se impunha na programação para a juventude”.  De acordo com Susana Custódio, “quando assumi o pelouro da Juventude, uma das necessidades que identificámos foi justamente criarmos espaços para possibilitar que os jovens criadores, sejam de música ou de artes plásticas, mostrem e partilhem os seus projetos”. 
Lyrical Minds representa Alcochete no Festival da Liberdade 

Este concerto representou o culminar de um processo para seleção da banda jovem que vai representar o município de Alcochete no Festival Liberdade, que se realiza nos dias 10 e 11 de Junho, no Barreiro, tendo sido selecionada a Lyrical Minds, banda formada por Nuno Fraga, David Simões, Fernando Santos, David Anthony, Tiago Castro e Ricardo Pacheco, que trouxeram a palco um arranjo original do tema “Liberdade” de Sérgio Godinho.
Para a vereadora da Educação e da Juventude, este concerto em Samouco “é uma iniciativa que se impunha na programação para a juventude”.  De acordo com Susana Custódio, “quando assumi o pelouro da Juventude, uma das necessidades que identificámos foi justamente criarmos espaços para possibilitar que os jovens criadores, sejam de música ou de artes plásticas, mostrem e partilhem os seus projetos”, disse a vereadora. Para a autarca, é importante que os jovens sintam que podem contar com o município de Alcochete para desenvolver os seus projetos.
Inicialmente com uma formação só dedicada ao rap, a Lyrical Minds surgiu em 2014 e evoluiu para o género do nu metal, tendo sido apurada para participar no NOS Alive 2015. Neste momento esta banda está a preparar a gravação de um álbum que tem como título um dos temas originais: “Cães de rua”.
Para Nuno Fraga, vocalista do grupo, fazem falta mais iniciativas que promovam as bandas jovens e dá o exemplo das Festas do Barrete Verde e das Salinas que, na sua opinião, deviam dedicar um dia da programação a estas formações musicais. Para o músico, a participação da banda no Festival Liberdade é um desafio e “é uma excelente oportunidade para nos divertirmos perante um público diferente, num espaço em que cabe uma multidão”.
Também Henrique Vitorino, dos Persona 77, considerou a iniciativa da câmara municipal “ótima e de valor porque as pessoas com a crise já não investem tanto em cultura e há necessidade de a dinamizar”. Nascido em 2013, o grupo Persona 77 aposta no rock alternativo com temas originais, tem já vários espetáculos agendados para este verão e dele fazem parte Daniel Vitorino (voz, guitarra e teclados), Henrique Vitorino (bateria, percussão e voz) e Pedro Maceira (guitarra e teclados)
Em palco com temas originais de rock alternativo, a banda The Crying Grapes surgiu há cerca de dois anos e tem na sua composição os jovens músicos Vitor dos Santos (voz e guitarra), Ricardo Lopes (guitarra), Filipe Peuch (voz e baixo) e Helder Fraústo (bateria).
A dar os primeiros passos no mundo do heavy e do thrash metal, os Smash inspiram-se nas músicas de grupos como os Metallica, Iron Maiden e Motorhead, projeto que é dinamizado pelos jovens Tiago, Bernardo, Marco, Francisco e Luís.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010