Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 16 de março de 2016

Setúbal recebe final da Taça de Portugal em râguebi

Entrada livre na final da Taça para promover a modalidade

A final da Taça de Portugal de râguebi, que vai opor o Direito ao Agronomia, vai ter entrada gratuita, anunciou nesta terça-feira o vice-presidente da Federação Portuguesa de Râguebi, Francisco Branco. Inserido no programa Setúbal Cidade Europeia do Desporto, o Complexo Municipal de Atletismo de Setúbal, no Vale da Rosa, recinto com capacidade para 1500 espectadores, será o palco do jogo decisivo no próximo dia 25, a partir das 15 horas. “Esperamos ter uma casa completamente lotada [o equipamento tem capacidade para milhar e meio de pessoas] e que seja um espetáculo contagiante para o público”, afirmou o responsável pelo pelouro do desporto em Setúbal, Pedro Pina, que revelou que o jogo vai ter transmissão em direto pela televisão, na Sport TV.

Direito e Agronomia discutem Taça de Portugal em Setúbal 

Na conferência de imprensa realizada na Casa da Baía, em Setúbal, Francisco Branco sublinhou a necessidade de atrair cada vez mais público e praticantes à modalidade, admitindo a realização de mais eventos na cidade. "Queremos levar o râguebi a cada vez mais pessoas. Sentimo-nos muito bem em Setúbal e esperamos um grande dia de festa. Esta poderá ser a primeira iniciativa de várias que vão acontecer na modalidade", disse o dirigente federativo.
O vereador do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, salientou a importância de a partida entre Direito e Agronomia se realizar no concelho sadino. "A final da Taça de Portugal de râguebi é um dos pontos altos do programa Setúbal Cidade Europeia do Desporto. Queremos, cada vez mais, que a Federação olhe para Setúbal como um parceiro do desenvolvimento e afirmação da modalidade no nosso país", vincou o autarca.
“Este é um dos pontos altos de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016. É o melhor espetáculo desta modalidade, que também acolhemos na cidade”, salientou o vereador do Desporto.
Pedro Pina realçou a importância crescente que o râguebi tem no atual panorama nacional e, sobretudo, a nível local, com dois projetos de formação e desenvolvimento desportivo da modalidade, referindo-se ao Vitória de Setúbal e e à Academia de Rugby Club de Setúbal.
“É uma modalidade que tem vindo a ganhar dimensão e queremos que Setúbal também possa proporcionar condições para a sua expansão”, realçou o autarca.

Final sem favoritos 
Presentes na conferência de imprensa de apresentação estiveram também os treinadores dos emblemas finalistas, Martim Aguiar e João Moura, técnicos de Direito e Agronomia, respectivamente, que vaticinam um duelo equilibrado na final de Setúbal.
"É uma final com 50 por cento de probabilidade de vitória para cada uma das equipas. Agronomia tem mais uma taça do que nós, mas, se vencermos, ambos os clubes ficam com nove troféus", lembrou Martim Aguiar.
João Moura também não hesita em repartir o favoritismo, revelando a ambição de conquistar o décimo troféu para Agronomia.
"Concordo com o meu colega de Direito quando diz que é um jogo de 50/50. Estamos muito motivados pelo facto de podermos ganhar a décima taça. Vai ser uma partida muito intensa", vaticinou o treinador do Agronomia.
Já Ana Costa, em representação da Santa Casa da Misericórdia, entidade que patrocina a competição desde 2013 e que materializa uma “aposta no desenvolvimento da modalidade desportiva”, destacou o “ambiente de festa”que vai envolver a final da Taça de Portugal no dia 25.

A história Taça 
Direito, que volta a marcar presença na final dois anos depois de ter erguido o troféu pela última vez, e Agronomia, de volta ao jogo decisivo depois de um interregno de três anos, vão decidir em Setúbal qual dos dois emblemas sucede ao CDUL, vencedor de 2015, após vencer na final o Cascais, por 20-17. Esta época, a Taça de Portugal integrou um total de 32 equipas, dez da Divisão de Honra, dez da I Divisão e 12 da II Divisão.
O Sport Lisboa e Benfica é o clube que mais vezes conquistou a Taça de Portugal, com um total de dez troféus, seguido da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia, com nove títulos, e do Grupo Desportivo Direito e do Centro Desportivo Universitário de Lisboa, ambos com oito.
A final da Taça de Portugal “Jogos Santa Casa” em râguebi é um dos destaques do programa de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, com um calendário desportivo eclético a decorrer até Dezembro, que alia eventos de alta competição a provas de índole popular.
“O objetivo é amplificar as modalidades de Setúbal e, nesta competição específica, transmitir às pessoas o entusiasmo do râguebi e criar condições para que este possa ser implementado, ainda com mais força, no panorama desportivo do concelho”, concluiu o vereador Pedro Pina.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010