Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Os Tuk Tuk e os Segway chegaram a Setúbal e Palmela

Passeios pela zona ribeirinha, Azeitão e monumentos da cidade  

Desde o final do mês de Janeiro que se pode passear por Setúbal de Tuk Tuk ou de Segway. Isto porque nasceu na cidade sadina a empresa Electric Tours, que detém um Tuk Tuk e cinco Segways. Todos eles são elétricos, silenciosos e ecológicos.  Enquanto que no caso das Segways tem a opção de andar sozinho, sem um guia, pela cidade de Setúbal, no Tuk Tuk pode ir até Azeitão, Tróia ou Palmela, mas sempre acompanhado pelo condutor da empresa.
Tuk Tuk trazem nova maneira de descobrir a cidade e região 

Pode encontrar a Electric Tours na Avenida Luísa Todi ou na zona da Ribeirinha, entre as 10 e 18 horas, no horário de inverno. Se for com marcação, este horário é mais flexível. Pode marcar um passeio de Segway e de Tuk Tuk contactando a empresa por email da empresa, telefone (936 006 359) ou na página de Facebook da empresa.No caso dos Tuk Tuk, os preços variam consoante o tempo e não pela quantidade de pessoas. A tarifa mais barata é de 25 euros (meia hora) e a mais cara [e que dura duas horas] é de 60 euros. Se quiser alugar uma Segway, por uma hora paga 20 euros, por dez minutos cinco euros, 15 minutos 7,5 euros e 30 minutos, 10 euros.
De acordo com António Nicolau, dono da Electric Tours, prevê-se um aumento na quantidade de Tuk Tuk, bem como o alargamento do horário de funcionamento durante o verão. Neste momento a empresa tem um Tuk Tuk e cinco Segway.
Para os moradores e turistas da cidade "esta é uma nova forma de ver e visitar a cidade, os monumentos, as praias e a Arrábida", dizia um casal de turistas do norte de Portugal. O casal de Viana do Castelo não usou o serviço "por ser caro" mas prometem  voltar em Julho com "um grupo de amigos" e pretendem "usar o serviço de Tuk Tuk porque em grupo é mais barato". A capacidade máxima do Tuk Tuk é seis pessoas, diz a empresa. 
Para os moradores, "é mais um serviço para abanar o turismo local e atrair mais turistas à cidade", diz Alexandra Guedes. "Setúbal precisa deste dinamismo, destas iniciativas que permitam os turistas - portugueses ou não - conhecerem e perceberem mais a cidade, a região e, sobretudo, de conhecer mais e melhor a nossa história, os nossos bairros e as nossas praias que são das mais bonitas do mundo. Oxalá que o serviço cresça e traga à cidade mais turistas e, ao mesmo tempo, mais dinheiro para a economia local", conclui a moradora na zona ribeirinha de Setúbal. 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010