Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Quatro mil sopas servidas em Santiago do Cacém

Cidade foi a capital da sopa no fim de semana passado 

Expectativas superadas. À semelhança das três primeiras edições, o IV Festival de Sopas foi um sucesso a todos os níveis, com mais de quatro mil sopas servidas nos Pavilhões de Feiras e Exposições em Santiago do Cacém, que registaram uma enchente na tarde e noite do dia 20 de Fevereiro. Pedro Guimarães, pároco de Santiago do Cacém e organizador do evento, fala em “expectativas superadas. Mais uma vez, para nossa alegria – e até compromisso – sentimos que aquilo que estávamos à espera foi largamente ultrapassado". 
Enchente no Festival da Sopa em Santiago do Cacém  

Com um forte cariz social e tradicional, o evento organizado pela Paróquia de Santiago do Cacém, pelo Agrupamento 722 do Corpo Nacional de Escutas, pela Câmara  de Santiago do Cacém e pela União de Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra juntou pessoas de todas as idades. Sopa de cação, sopa de coentros, sopa da pedra, creme de favas e coentros, creme de beterraba, sopa de peixe,  sopa caramela ou sopa do malagueiro foram algumas das sugestões que os visitantes puderam experimentar, entre as 40 variedades à disposição, mais do que em qualquer dos outros anos.
Pedro Guimarães, pároco de Santiago do Cacém, fala em “expectativas superadas. Mais uma vez, para nossa alegria – e até compromisso – sentimos que aquilo que estávamos à espera foi largamente ultrapassado. A nossa previsão era atingir as quatro mil sopas. Acabámos por passar esse número, porque houve instituições com muito boa vontade (e sacrifício até) que trouxeram mais do que aquilo que foi pedido. A quase totalidade das sopas acabaram e, por isso, as quatro mil doses foram seguramente ultrapassadas”, destacou.
O pároco enaltece a superação de objetivos em toda a linha, quer “na vertente comunitária, de convívio, de interajuda, ou da causa social. É um evento que se quer de todos e para todos. Este é o grande motor que mobiliza e cria esta noite extraordinária em Santiago”. Pedro Guimarães sublinha ainda o facto de, uma vez mais, terem acorrido ao festival “pessoas que vieram de longe, de Lisboa por exemplo. Os dois pavilhões estavam cheios e sentimos que, à semelhança do número de sopas servidas, também o número de pessoas que participam é cada vez maior”.
A animação, a cargo de Luís Godinho, foi “uma aposta ganha. Para um serão onde o convívio é a nota dominante, o baile acaba por permitir uma interação maior entre as pessoas”. Pedro Guimarães faz ainda “um agradecimento geral” a todas as instituições e entidades que se associaram ao Festival, com “um profundo reconhecimento pelos contributos de todos”.
As entradas para o IV Festival de Sopas em Santiago do Cacém eram livres e, por apenas cinco euros, cada visitante teve direito a degustar quatro sopas e pão, levando para casa uma malga de barro alusiva ao evento.


0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010