Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Ministro da Agricultura inaugurarou PDR em Sesimbra

"Estes investimentos fazem falta ao país e a Sesimbra" 

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, deslocou-se  à exploração de figos da Quinta da Mó, em Sesimbra, para a assinatura do Termo de Aceitação relativo à candidatura apresentada por esta entidade ao Plano de Desenvolvimento Rural 2020. O investimento da Quinta da Mó, orçado em 375 mil euros, recebeu apoio deste projeto europeu de 113 mil euros. A Quinta da Mó localiza-se no concelho de Sesimbra, junto à Estrada dos Almocreves, e dedica-se à exploração de figo. 
Ministro da Agricultura esteve esta semana em Sesimbra 

"Escolhemos este projeto para inaugurar o processo de contratação do Plano de Desenvolvimento Rural 2020, que é feito de forma digital. É um dos 105 investimentos apoiados ao abrigo deste programa, que se encontram distribuídos por todo o país, e que totalizam 20,6 milhões de euros", sublinhou o ministro.
O arranque da nova fase das ajudas agrícolas foi assinalado com a primeira contratação online para um projeto de investimento, na Quinta da Mó.
O procedimento que foi feito em Sesimbra é idêntico ao que os titulares dos primeiros 105 projetos de investimentos agrícolas já aprovados, no valor total de 20 milhões de euros (8,356 milhões de euros de despesa pública), terão de efetuar para aceder às ajudas públicas. Os agricultores contemplados vão receber uma mensagem do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), através de um SMS, a indicar que se encontram disponíveis no site os termos de aceitação da candidatura. O visado só tem de fazer a assinatura eletrónica para receber o apoio. 
A região com mais projetos é o Alentejo, com 44 candidaturas aprovadas, para um montante global de investimento elegível de 8,990 milhões de euros (5,6 milhões de euros de despesa pública). O Norte está no fim da tabela, com apenas sete candidaturas, num investimento de 399,6 mil euros. O vinho, apesar de ser o setor com mais projetos aprovados (21), não é o que tem o maior investimento. O segmento que mais vai investir é o dos frutos de casca rija/secos: são apenas seis projetos, mas com 2,861 milhões de investimento. Em segundo lugar, em valor, surgem as hortícolas, com dez projetos e 2,807 milhões de investimento.

Figo de Sesimbra para o mundo
O acontecimento contou ainda com a presença do Secretário de Estado da Agricultura, Luís Vieira, da Diretora Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, Elisete Jardim, e do presidente da Câmara  de Sesimbra, Augusto Pólvora, para quem "estes investimentos fazem falta ao país e a Sesimbra, porque criam riqueza e postos de trabalho", referiu o autarca.
A Quinta da Mó localiza-se no concelho de Sesimbra, junto à Estrada dos Almocreves, e dedica-se à exploração de figo. "Temos 40 hectares de terreno com 16 mil árvores de diversas variedades de figo, o que nos permite efetuar colheitas entre Junho e Novembro", referiu Vasco Mendes, um dos responsáveis pela exploração, que irá produzir essencialmente para exportação. "Os principais mercados são os países do norte da Europa", adiantou o proprietário, que dentro de três anos espera colher entre 40 a 50 toneladas de figos por hectare.
O investimento criou já três postos de trabalho permanentes, admitindo-se que no período da colheita possa empregar 40 a 50 pessoas. Numa 2.ª fase os promotores deste projeto agrícola preveem a construção duma unidade de transformação e embalagem.



0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010