Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

História com paragem em rotunda de Azeitão

Primeira camioneta que fazia a ligação entre Setúbal e Azeitão centra atenções 

A réplica da primeira camioneta, datada de 1928, que fazia a ligação entre Setúbal e Azeitão, centra atenções na renovada rotunda de Castanhos, à saída de Vila Fresca, inaugurada no final da semana passada. A iniciativa da Junta de Freguesia de Azeitão, mais do que um apontamento urbanístico que embeleza aquela área do território azeitonense, perpetua a história da antiga Transportadora Setubalense (Belos), de João Cândido Belo & Companhia Lda., com sede em Vila Fresca de Azeitão. A inauguração contou com a presença de membros do Executivo municipal, incluindo presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, que sublinhou a importância da iniciativa para perpetuar e homenagear "a memória de uma empresa que contribuiu para o desenvolvimento de Azeitão e do concelho". 
Réplica representou um investimento de 150 mil euros 

“Trata-se de uma justa homenagem a uma empresa que tanto deu a esta terra e que teve um papel fundamental e determinante no desenvolvimento da região”, recordou a presidente da Junta de Freguesia de Azeitão, Celestina Neves, na inauguração da renovada rotunda.
A memória da antiga camioneta de carreira, datada de 1928, que fazia a ligação entre Setúbal e Azeitão, foi recuperada com uma réplica que reproduz, ao pormenor, o aspeto exterior do veículo, incluindo as dimensões originais, a matrícula e a pintura identificativa da empresa de transportes públicos.
A antiga viatura, de origem americana, foi concebida para transporte de mercadorias, mas nas antigas oficinas da empresa setubalense, na Quinta da Palhavã, em Vila Fresca de Azeitão, seria convertida em camioneta de carreira, com a transformação da carroçaria e a instalação de bancos.
A autarca esclareceu que o projeto, “dinamizado ao longo de mais de um ano”, resulta “de um exaustivo trabalho de recolha documental”, realizado, sobretudo, junto de familiares e descendentes de João Cândido Belo, num estudo liderado, essencialmente, pelo contra-almirante José Luís Belo.
A réplica, fabricada em materiais compósitos e em fibra de vidro, construída no Arsenal do Alfeite, em Almada, é o elemento central do arranjo urbanístico da rotunda dos Castanhos, que inclui, ainda, uma área ajardinada e, no futuro, outra com uva moscatel.
“A camioneta está na zona central, instalada numa área que simula uma estrada a atravessar a rotunda. Um dos lados é relvado e, no outro, vão ser plantados, em março, meio milhar de pés de uva moscatel, um dos maiores símbolos da região”, adiantou Celestina Neves.
A obra, um investimento de cerca de 150 mil euros, que incluiu a criação de uma base de betão para sustentar a réplica da camioneta e a eletrificação para instalar iluminação, foi impulsionada pela Junta de Freguesia de Azeitão com os apoios da Câmara de Setúbal e de várias empresas do território.
A escolha daquela rotunda para receber a réplica não foi aleatória. Além da proximidade com as instalações da empresa, o nó giratório era o último do território azeitonense que necessitava de requalificação e o único com características e dimensões para receber o apontamento de embelezamento.
A inauguração contou com a presença de membros do Executivo municipal, incluindo presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, que sublinhou a importância da iniciativa para perpetuar e homenagear "a memória de uma empresa que contribuiu para o desenvolvimento de Azeitão e do concelho".
A cerimónia, além da presença de muitos populares, que ocuparam a maioria da área da rotunda, contou com a participação de vários familiares e descendentes de João Cândido Belo, impulsionador da Transportadora Setubalense, muitos com residência em Azeitão.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010