Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

EDP apoia Parque Hortícola do Vale da Amoreira

Câmara da Moita cria parque hortícola no Vale da Amoreira

A Câmara da Moita está a preparar a criação do parque hortícola no Vale da Amoreira, projeto orçado em cerca de 95 mil euros e que vai criar 81 parcelas de terreno, informou fonte da autarquia. No âmbito do projeto, em reunião do executivo, a autarquia deliberou aprovar a celebração de um protocolo de colaboração com a Fundação EDP, para o desenvolvimento do projeto do Parque Hortícola do Vale da Amoreira, na sequência da candidatura apresentada ao Programa EDP Solidária. "Prevê-se que em meados de 2016 deverá haver colheitas de vários produtos. Espera-se, ainda, o envolvimento dos utilizadores e da comunidade em atividades que têm como fim último a valorização do trabalho realizado nas hortas, num contexto de promoção da coesão social", disse o vereador Miguel Canudo.  
Câmara da Moita está a criar parque hortícola em Vale da Amoreira  
No passado mês de Maio, o Município da Moita apresentou uma candidatura ao Programa EDP Solidária, uma iniciativa da Fundação EDP que tem por objetivo "apoiar projetos que visam a melhoria da qualidade de vida das pessoas, em particular das socialmente desfavorecidas, a integração de comunidades em risco de exclusão social e a promoção do empreendedorismo social". 
O projeto apresentado pela Câmara da Moita ao programa foi selecionado pelo júri e foi um dos vencedores do referido programa, pelo que vai ser celebrado um protocolo de colaboração para regular os termos e condições associados ao desenvolvimento do referido programa.
A implantação do Parque Hortícola envolve, explica a Câmara da Moita, "um conjunto de intervenções (limpeza do espaço, ordenamento das parcelas a atribuir, abertura de um furo e construção de rede de rega abrigos para ferramentas) e formação em agricultura biológica dos utilizadores das parcelas de terreno". O Parque prevê também a utilização de três parcelas por parte de associações locais.

Câmara cria 81 parcelas de terreno 
"O Parque Hortícola do Vale da Amoreira está em fase de construção e prevê-se a atribuição das parcelas até ao final de 2015. Três destas parcelas de 100 metros quadrados, destinam-se a associações locais com as quais foram estabelecidas parcerias para garantir a dinamização de atividades complementares à de cultivo", disse Miguel Canudo, vereador na Câmara da Moita.
O projeto contempla uma área ampla de cerca de 23 mil metros quadrados, localizada entre o Cemitério e o Campo Municipal de Futebol do Vale da Amoreira, dispondo de 81 parcelas com áreas de 50, 100, 150 e 200 metros quadrados.
"Este projeto irá dispor de 78 parcelas para o mesmo número de agregados familiares e três parcelas para associações. No total, estima-se que haverá cerca de 580 beneficiários diretos. A maioria são residentes no concelho da Moita, nomeadamente no Vale da Amoreira, havendo também uma pequena parte que reside no concelho do Barreiro", afirmou o autarca.
"Prevê-se que em meados de 2016 deverá haver colheitas de vários produtos. Espera-se, ainda, o envolvimento dos utilizadores e da comunidade em atividades que têm como fim último a valorização do trabalho realizado nas hortas, num contexto de promoção da coesão social", concluiu o autarca.

Celebração de contratos-programa com coletividades
Na reunião, foi ainda aprovada a celebração de contratos-programa de desenvolvimento social, cultural e desportivo, com as seguintes entidades: Grupo de Futebol Azul e Ouro, Sociedade Filarmónica Recreio e União Alhosvedrense “A Velhinha” e União Desportiva e Cultural Banheirense, no valor total de 4650 euros.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010