O ADN de Nubya Meira candidata a Miss Lisboa 2023

"Nunca tive medo de trabalhar e sempre agarrei todas as oportunidades para conseguir conquistar as minhas coisas" 

A beleza da mulher está no olhar, num sorriso ou num simples gesto. Ela é capaz de expressar sua sensualidade com naturalidade, a beleza. Está dentro de cada uma e fora é só uma questão de gosto. Este bem podia ser o lema do Concurso Nacional de Beleza. As mulheres e as meninas que concorrem ao concurso de "mais bonitas" do país nas três categorias merecem essa avaliação e esse reconhecimento. É-lhes devido. Nubya é uma dessas pessoas. É uma morena sensual, gosta de "subir um degrau de cada vez" para chegar longe nos seus sonhos. É do estado de Minas Gerais, no Brasil, mas atravessou o mar para amar a capital de Portugal. No coração trás a força e a fé do povo brasileiro. Na bagagem, a vontade de "poder ser um exemplo a seguir para muitas mulheres". Já o é. "Sou uma pessoa de opinião, não me importo de pensar diferente e ir em favor daquilo que eu acredito, mas tenho humildade para reconhecer meus erros e me redimir por eles", contou Nubya em entrevista à ADN-Agência de Notícias. Venha conhece-la nas próximas palavras. 
Nubya Meira é candidata a Miss Lisboa 2023 

A cidade hoje é uma maquina voraz, impaciente e apressada, que não tem tempo para de saber quem lhe dá vida, quem lhe á vida, que lhe dá rosto e quem nela se perde. Assim é Lisboa. Mas dentro da cidade há pessoas que têm pormenores deliciosos que vale a pena descobrir. 
Chama-se Nubya Cristina Meira. Nasceu em Minas Gerais, no país irmão, veio para Portugal com cinco anos, aos 12  regressou ao Brasil onde viveu até aos 17 anos. "Apesar de amar ser brasileira, amar o meu país e sentir muitas saudades da minha família e amigos, o lugar que eu me sinto em casa é aqui em Portugal. Foi aqui que eu me encontrei e é aqui que eu me sinto acolhida todos os dias", contou. 
Tem 22 verões e outras tantas primaveras. Mas já viveu muito e fez ainda mais. "Já trabalhei com muitas coisas. Comecei a trabalhar com 15 anos vendendo bombom na escola e por encomenda para ajudar em casa, depois trabalhei em salões de beleza, estética, como ajudante de cozinha, empregada de mesa, babysitter, cuidadora de idosos, em lojas de roupa, limpezas e até em num bar de discoteca", revela. 
"Nunca tive medo de trabalhar e sempre agarrei todas as oportunidades para conseguir conquistar as minhas coisas e ajudar a minha família, já cheguei a ter três trabalhos ao mesmo tempo". Uma vida de trabalho, de luta e de muita garra para sobreviver na cidade apressada. 
Mas há mais. Estudou Psicologia por dois anos mas sentiu-se "muito sobrecarregada com muitos trabalhos e a faculdade, chegava a ter crises de pânico então resolvi trancar (mas pretendo voltar), neste meio tempo fiz um curso de auxiliar de ação educativa e atualmente estou a acabar o estágio em um jardim de infância". Tanta coisa para uma mulher de 22 anos. 
"Sempre fui uma mulher que gosta de aprender, às vezes chego a me sobrecarregar porque quero sempre estar a fazer coisas novas que irão contribuir para a minha evolução porque não gosto de me sentir parada no tempo". 
Nubya podia ser protagonista de uma qualquer saga da velocidade furiosa. Simplesmente não para.  Atualmente trabalha "numa loja de shopping, faço algumas limpezas e estou a acabar o estágio.  Quando acabar pretendo começar a trabalhar numa creche ou jardim de infância, pois percebi que tenho muito amor pelas crianças e sinto que posso ajudá-las futuramente", sublinha feliz. 
Em todos os cursos que fez e em tudo que eu já trabalhou o seu objetivo e sonho sempre foram os mesmos; "ajudar as pessoas. Eu sinto que nós não nascemos em vão que e que cada um tem um objetivo, eu acho que o meu é poder ajudar as pessoas a estarem bem com elas e com tudo o que está à sua volta", explica. Um exemplo para todas as pessoas. 
E no meio de tantas coisas, tantos trabalhos, ainda sobra tempo para concorrer ao trono da "mulher mais bonita da capital"? Claramente que sim e tudo começou com um acaso feliz numa noite calma. 
"Foi super aleatório, na verdade nunca pensei em participar num concurso de beleza. Numa certa noite estava a mexer no Instagram e apareceu um anúncio do concurso e pensei 'porque não?', mas não tinha nenhuma expectativa de ser chamada", contou à ADN. 
"Quando me mandaram mensagem a dizer que fui selecionada, mal pude acreditar! Fiquei super feliz e insegura ao mesmo tempo, mas decidi aceitar este desafio e foi a melhor decisão que tomei", diz. 

"Felizmente a visão de beleza tem mudado" 
Mais que ser bonita de corpo é importante ser uma personalidade bonita
Ganhar o título de Miss Lisboa é um sonho pessoal? "Sim, com toda a certeza! Se me perguntassem à uns meses atrás eu diria que não, mas acredito que as oportunidades aparecem na nossa vida por alguma razão, nada é por acaso, então a partir do momento que eu tive essa oportunidade tornou-se um sonho a ser realizado para mim", diz. 
"Nunca tive uma boa autoestima e autoconfiança. Participar deste concurso é sair da minha zona de conforto, estou em uma fase de construção e evolução, portanto, ganhar o concurso seria, além de uma realização pessoal, uma prova para mim mesma de que eu sou capaz e merecedora!". E é mesmo. 
Qual seria a primeira coisa que faria se fosse eleita miss de todo o distrito de Lisboa? "Acho que a primeira coisa que eu faria, seria agradecer a Deus e a todos os que me apoiaram. A partir daí sei que muitas portas se abririam para mim e que poderei ajudar muitas mulheres, que assim como eu, também estão à procura do verdadeiro amor próprio e que precisam se sentir capazes e confiantes para serem o que quiserem, correndo sempre atrás dos seus sonhos e objetivos". 
Até porque a beleza pelo bem é muito importante para Nubya. "Felizmente a visão de beleza tem mudado com o passar dos anos, as pessoas têm parado de verem-se umas as outras só por serem bonitas". Afinal, como diz, "tudo vai além da beleza, quem nós somos é o importante. A beleza e o autocuidado são importantes, mas ela é só uma porta de entrada. Uma pessoa apoiar causas que realmente fazem sentido e que contribuam para uma sociedade e meio ambiente melhores, mostrando a beleza que ela tem por dentro também é o que faz isto tudo ter sentido". 
Nubya gosta e quer passar a imagem de uma mulher forte e resiliente. "Com foco e determinação nós somos capazes de sermos quem quisermos, e chegamos onde desejamos". 
"Quero mostrar a imagem de uma mulher real, quem eu sou de verdade, sem máscaras. Porque todas somos únicas e maravilhosas exatamente como somos". Mas ainda quer mais: "Quero demonstrar que a vida é linda mesmo com as dificuldades, porque ela é única e as dificuldades vêm para nos fazer evoluir. Nós somos protagonistas das nossas vidas, portanto, temos que viver como tal, intensamente". 
É uma mulher determinada a ser diferente e a saber o que quer para si e para os outros. E ensinam-nos tanto com as suas palavras vindas diretamente do coração.  
Qual a importância deste tipo de concurso na vida de uma mulher? "Ajuda a termos uma outra visão sobre nós, ajuda também na construção da auto-estima. O concurso promove vários tipos de beleza, se formos a ver todas as candidatas, cada uma é linda à sua maneira, e isso faz-nos ver que a beleza é algo singular. Ele é importante porque nos torna protagonistas da nossa própria vida e nos dá autenticidade e oportunidade de fazemos o nosso melhor e buscarmos a nossa melhor versão". 

"O amor é o que faz o mundo ser bom"
Nubya é crente em Deus e eterna amante dos valores humanos 

É uma mulher de muita paixão, de muita entrega ao outro e sobretudo de tanta fé. É crente e é agradecida. "Tenho muita fé em Deus e é Ele quem me guia. Depois que lhe entregar minha vida a Ele tudo melhorou, por isso, eu não sou muito de idealizar as coisas e sonhar muito.  O que quero é ir pelo caminho que Ele me guia porque eu sei que os planos Dele são infinitamente melhores do que os meus. Tenho muitos testemunhos de vida que demonstram o amor dele na minha vida e me sinto muito feliz por reconhecer este amor". 
Nubya define-se como uma mulher de opinião, não me importo de pensar diferente e ir em favor daquilo que eu acredito, mas tenho humildade para reconhecer meus erros e me redimir por eles. Sou brincalhona, falo o que penso e apensar de tudo, sou bastante tímida e fechada, no entanto, é algo que estou a tentar melhorar para ter uma melhor comunicação", revela. 
É ambiciosa. dedicada e gosta de dar "sempre o meu melhor em tudo que faço, ser a melhor pessoa que eu puder ser, para mim e para os outros". 
A melhor coisa da vida é o amor. "O amor é o que faz o mundo ser bom. Amor da família, dos pais, dos amigos, o amor ao próximo, amor de casal e principalmente o amor de Deus. Sem o amor tudo se torna vazio e sem sentido". 
 “A vida é agora, portanto, aproveite o dia”, é a frase da sua vida. A música que lhe toca na alma chama-se Tá Escrito do Grupo Revelação. 
Como se define de corpo e alma? "Gosto das minhas curvas e do meu rosto, gosto de ter uma beleza diferente", começa por dizer. 
"Amo a minha personalidade, amo a pessoa que sou por dentro e tenho orgulho disto, como é óbvio tenho pontos a melhorar e estou em constante evolução, quer interna, como externa", confessa. 
"Amar o meu corpo é muito bom e importante, mas ter orgulho de quem eu sou, como pessoa, isso é impagável". 
O que eu mais gosta na sua personalidade é o facto de "ser uma pessoa forte e resiliente, por mais que eu tenha meus conflitos. Sempre tento tirar o melhor aproveito das dificuldades, buscando sempre aprender". 
E a concluir ainda há tempo para lembrar que "gosto de ajudar as pessoas e realmente me importo com elas. Sou sensata e sinto que tenho um bom coração". E tem mesmo. 
Para a ajuda-la no sonho de ser mulher mais bonita da cidade das sete colinas basta segui-la nas redes sociais e votar nela. Ela agradece e fica grata. 

Paulo Jorge Oliveira 

Comentários