Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Surto de covid-19 em restaurante de Melides

Delegado de saúde diz que surto que fechou restaurante em Melides “não está na comunidade”

O surto de covid-19 que encerrou um restaurante em Melides tem, atualmente, sete casos ativos no concelho de Grândola, mas “não está na comunidade”, disse o delegado de saúde municipal, Ismael Selemane. Grândola contabilizava, na terça-feira, “sete casos diretamente relacionados” com o surto importado do concelho vizinho de Sines, “três dos quais no restaurante” que foi encerrado no sábado pela autoridade de saúde, cuja maior preocupação é agora “agir o mais rápido possível no sentido de quebrar as cadeias de contágio”. Esta quarta-feira, há mais 646 casos confirmados e três mortes em Portugal. É o maior aumento no número de casos confirmados desde 20 de Abril. Desde o início da epidemia, Portugal já registou 1.849 mortes e 61.541 casos de infeção. 
Melides recebe centenas de turistas nesta altura 

“Quanto mais rápido houver essa identificação de contactos e for quebrada a cadeia, menor é a probabilidade de o surto espalhar-se. Mas, neste momento, podemos afirmar que todos os casos que temos nos cinco concelhos do litoral alentejano são importados e que o vírus não está disseminado de forma comunitária”, disse o delegado de saúde de Grândola.
O restaurante, no entanto, irá manter-se encerrado “até que os proprietários tenham condições de voltar a abrir”, o que não acontecerá antes de uma nova inspeção no local às condições do estabelecimento e dos funcionários por parte das autoridades de saúde.
"Devido à proximidade de uma pessoa do restaurante de Melides com a cadeia de contágios, que veio a confirmar-se positiva, ordenei o encerramento do estabelecimento de forma preventiva", confirmou o delegado de saúde de Grândola, Ismael Selemane, em declarações à agência Lusa.
Os novos casos ativos registados desde sábado no concelho de Grândola foram importados de um surto detetado em Sines, em 27 de Agosto.
Entretanto, o município de Grândola informou ontem que o número de casos ativos no concelho subiu durante o fim de semana para seis e que existem, agora, 61 pessoas em vigilância ativa, mais 48 do que na sexta-feira, números que Ismael Selemane confirmou estarem relacionados com a investigação epidemiológica em curso.
A investigação epidemiológica conduziu, nos últimos dias, à realização de rastreios, que continuam a decorrer, nos concelhos vizinhos de Grândola, Santiago do Cacém e Alcácer do Sal.

Número de infetados disparou esta quarta-feia no país 
Portugal soma esta quarta-feira 646 casos confirmados de covid-19, subindo o total para os 61 mil 541. Destes, 16 mil 408 são casos ativos, mais 505 do que ontem.
Nas últimas 24 horas, três pessoas perderam a vida por causa da doença causada pelo coronavírus num total de 1849 óbitos desde o início da pandemia no país.
Dois dos óbitos registaram-se na região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo e a terceira morte na região Norte. Estas duas regiões concentram também a maior parte dos novos casos: Lisboa regista 290 novos casos e a região Norte 276.
Nos hospitais estão internadas 391 pessoas, menos uma do que na terça-feira. Em unidades de cuidados intensivos estão agora 52 pessoas, mais duas do que ontem. Em vigilância permanecem 35.151 contactos, mais 685 do que na terça-feira.
Estes dados referem-se à situação epidemiológica em Portugal até às 23h59 desta terça-feira. Os números fazem parte do relatório divulgado esta tarde pela Direção-Geral da Saúde.

Agência de Notícias com Lusa 
www.adn-agenciadenoticias.com

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010