Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Escola de Setúbal passa a ser novo centro de testes

Escola dos Arcos vai permitir "aliviar a pressão crescente" no hospital. Palmela e Sesimbra continuam sem centros de rastreio à covid-19

A Escola Básica 1 dos Arcos vai passar a ser um novo centro de testes à infeção de covid-19 no concelho de Setúbal, em complemento aos serviços do centro hospitalar da cidade, anunciou esta quarta-feira a autarquia.  Em comunicado, a Câmara de Setúbal explica que este reforço que tem sido acompanhado por diversas autoridades locais vai permitir "aliviar a pressão crescente" no hospital de Setúbal. Até à data, no concelho de Setúbal, os testes à infeção têm sido executados no Centro Hospitalar de Setúbal. Na medicina privada, existem alternativas no Hospital da Luz e no Laboratório Joaquim Chaves. Em Palmela, onde há três centros de saúde [um em Palmela e dois em Pinhal Novo] e Sesimbra continuam sem resposta para realizar testes de rastreio, tendo os seus munícipes que se deslocarem a Setúbal. Nestes três concelhos existem, pelo menos, 33 doentes com covid-19. 
Escola passa a fazer testes covid-19 à população 


"A realização dos testes obriga a triagem através da Linha Saúde24 e pelos médicos de família e, posteriormente, a uma marcação prévia para um número de telefone do Agrupamento dos Centros de Saúde da Arrábida - ACES Arrábida. Só depois deste procedimento é que os casos suspeitos são encaminhados para a Escola Básica dos Arcos", lê-se no comunicado.
A Câmara de Setúbal explica que através desta parceria vai disponibilizar instalações, água, eletricidade, telefone e rede de internet, bem como dois funcionários para atendimento e registo.
De acordo com a autarquia, os restantes municípios da área do ACES Arrábida [Palmela e Sesimbra, onde não há nenhum centro de rastreio à covid-19] cedem, cada um, dois funcionários administrativos e o ACES Arrábida garante a segurança e limpeza e desinfeção das instalações.
Já o laboratório contratado pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo para este efeito realiza as colheitas e os testes.
A realização dos testes obriga a triagem através da Linha Saúde24 e pelos médicos de família e, posteriormente, a uma marcação prévia para um número de telefone do ACES Arrábida. Só depois deste procedimento é que os casos suspeitos são encaminhados para a Escola Básica dos Arcos.
"Reforça-se a mensagem de que as pessoas que se dirigirem às instalações da escola não serão atendidas sem terem previamente executado o devido procedimento", diz a autarquia.
Até à data, no concelho de Setúbal, os testes à infeção têm sido executados no Centro Hospitalar de Setúbal. Na medicina privada, existem alternativas no Hospital da Luz e no Laboratório Joaquim Chaves. Em Palmela, onde há três centros de saúde [um em Palmela e dois em Pinhal Novo] e Sesimbra, continuam sem resposta de rastreio, tendo os seus munícipes que se deslocarem a Setúbal. Nestes três concelhos existem, pelo menos, 33 doentes com covid-19.
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 866 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 43 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 172.500 são considerados curados.
Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.
Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 187 mortes, mais 27 do que na véspera e 8.251 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 808 em relação a terça-feira.
Dos infetados, 726 estão internados, 230 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram, um deles em Setúbal.

 Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010