Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 13 de março de 2020

Olímpico do Montijo com salários em atraso

Investidora chinesa sem dinheiro por causa do Covid-19 

Os jogadores e staff do Olímpico Montijo estão a passar por uma situação complexa, fruto de o plantel da equipa da Associação de Futebol de Setúbal, segundo o site Desporto ao Minuto, já não recebem salários há quase três meses. De acordo com o mesmo site há vários elementos do plantel a passarem por dificuldades económicas. A principal investidora, a chinesa Mia Chunyan, diz que a "responsabilidade pelo atraso nos pagamentos é o surto de coronavírus que começou em Dezembro na China". 
Olímpico já viveu dias de grande glória 

De acordo com fonte próxima dos jogadores, há vários atletas no plantel, fruto da falta de pagamentos, a passar por sérias dificuldades financeiras, mas por parte dos responsáveis do clube, apesar de promessas constantes de pagamento, não há uma resposta concreta para a situação.
Em declarações ao site Desporto ao Minuto, fonte próxima de todo o processo explica que o argumento apresentado pela principal investidora do clube, Mia Chunyan, uma mulher de origem chinesa de 48 anos que tomou os destinos do clube em Janeiro do ano passado, é que o surto de Covid-19 está a impedir a entrada de capitais para sanar a situação.
"Há vários jogadores a passarem por situações de extrema dificuldade. Têm contas para pagar, têm prestações a cair e só lhes dizem que é para a semana. Esta é uma situação que se arrasta há três meses. Já não recebem praticamente desde o Natal e Janeiro é um mês muito longo", confirma fonte próxima do Olímpico do Montijo.
"A equipa, até ao surto de Covid-19, estava a trabalhar normalmente, mas é difícil estarem focados face a todas estas situações. Até um deles avançar com o processo para o Sindicato, esta situação pode manter-se inalterada", confessa a mesma fonte.
"Há dois ou três jogadores que ainda têm apoio familiar, mas a situação está difícil para todos", garante, lembrando que poucos avanços tem havido neste processo. "A investidora só diz que o dinheiro não chega da China por causa do surto de Covid-19, mas têm todos contas para pagar, têm todos famílias e não recebem há três meses. É uma situação insustentável", afirma ao mesmo site.
A competir no Campeonato Portugal na Série D, a equipa ocupa, num momento em que as competições estão suspensas, o 13.º lugar na tabela classificativa, somando, decorridos 25 encontros, 21 pontos.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010