Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 26 de março de 2020

Almada e Seixal reforçam medidas para o covid-19

Com 64 pessoas infetadas as autarquias reforçam apoio às populações 
Em Almada e no Seixal, os dois concelhos mais populosos do distrito de Setúbal, havia [esta quarta-feira] 64 pessoas infetadas com o novo coronavírus. Números preocupantes dado que, a partir desta quinta-feira, o vírus entra na sua fase de contagio mais rápida dentro da comunidade. As duas autarquias já têm planos para atenuar os efeitos. Em Almada foi lançado um plano de emergência social para garantir que os idosos e outros grupos de risco tenham “acesso a bens e serviços de primeira necessidade”. O pavilhão do Liberdade Futebol Clube, na Cova da Piedade, passa a ser, a partir desta quinta-feira, o espaço de acolhimento para os sem-abrigo do concelho de Almada. A autarquia do Seixal vai apoiar as famílias com distribuição de refeições aos alunos do 1.º ciclo do escalão A. Uma decisão implementada deste esta semana, e que se vai alargar a todas as famílias do escalão B. AS refeições funcionam em regime de take-away e em descartáveis individuais para serem consumidas em casa. Há ainda reforço no apoio às pessoas idosas do concelho.
Hoje começa a pior fase de contágio. Fique em casa 

Com 35 casos confirmados de covid-19 [dados de quarta-feira à noite], a câmara de Almada está no terreno para assegurar que os idosos e outros grupos de risco tenham “acesso a bens e serviços de primeira necessidade”.
Este plano municipal destina-se “a todas as pessoas que, independentemente da sua condição financeira, estão em quarentena ou isolamento”, devido à pandemia da covid-19, e que “são grupo de risco e não dispõem de rede de suporte”, explicou a autarquia, em comunicado.
Segundo a mesma nota, o município vai passar a disponibilizar refeições confecionadas, cabazes de alimentos, medicamentos de primeira necessidade, apoio psicológico à distância e até um serviço para passeio de animais domésticos, para quem necessitar.
Assim, a Câmara de Almada indicou que os munícipes que se encontrem nesta situação podem contactar o número verde criado para o efeito (800 10 20 40), que está disponível das nove às 19 horas nos dias úteis e das nove às 14 horas ao fim de semana.
“As chamadas serão analisadas pela equipa da Câmara de Almada, que depois reencaminhará para o respetivo serviço de forma a operacionalizar o pedido”, diz o comunicado.
De acordo com a autarquia, este plano de emergência social foi implementado em parceria com o Agrupamento de Centros de Saúde de Almada e Seixal, o Hospital Garcia de Orta, a Santa Casa da Misericórdia de Almada, o Centro Paroquial Nossa Senhora da Conceição e com as juntas de freguesia do concelho.
A 11 de Março, a Câmara de Almada acionou um plano municipal de contingência para “reduzir os riscos de exposição e eventual contágio” de covid-19, tendo encerrado todos os espaços culturais, as piscinas municipais e suspendido várias iniciativas até 5 de Abril.A autarquia, em colaboração com os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Almada, iniciou, dia 21 de Março, as intervenções de desinfecção de espaços públicos do concelho.
Uma medida municipal de contingência no âmbito do combate à covid-19 com o objetivo de mitigar a propagação do novo coronavírus.
As acções de desinfecção estão a decorrer nos espaços públicos do concelho onde se regista maior circulação pedonal, nomeadamente nas principais artérias e zonas adjacentes. São o caso do terminal de Cacilhas, das avenidas do eixo central de Almada, da Costa de Caparica, do Laranjeiro e do Feijó.
Pavilhão para acolher sem-abrigo
O pavilhão do Liberdade Futebol Clube, na Cova da Piedade, passa a ser, a partir desta quinta-feira, o espaço de acolhimento para os sem-abrigo do concelho de Almada. Trata-se de mais uma iniciativa que pretende combater o contágio do covid-19.
De acordo com uma nota da Câmara de Almada, o pavilhão tem capacidade para acolher 20 pessoas e funcionará entre as 18 e as nove da manhã do dia seguinte. Aos sem-abrigo que para lá forem encaminhados será dada dormida, higiene, jantar, pequeno-almoço e acesso a um banco de vestuário.
O controlo do funcionamento será assegurado pela autarquia e por uma equipa de voluntários da Associação Gerações Sorrisos e da Associação Cristã Evangélica de Apoio Social.
As refeições serão fornecidas pelo Centro Paroquial Padre Ricardo Gameiro (jantares) e pela AMI (pequeno-almoço).
As pessoas serão encaminhadas para o pavilhão após serem referenciadas pelas equipas noturnas de rua, que continuam a desenvolver as suas tarefas de acompanhamento diário dos sem-abrigo.
Seixal reforça medidas de contenção 
Seixal reforça vigilância 
A autarquia do Seixal, que já tem 29 doentes com o covid-19, também tomou medidas extraordinárias destinadas à contenção da pandemia, em consonância com as orientações da Direcção-Geral da Saúde e no quadro da Declaração do Estado de Emergência no país.
Apesar destas medidas, a autarquia garante que “vai continuar a assegurar a prestação dos serviços públicos essenciais como o abastecimento público de água, o saneamento e a recolha de resíduos”. Foi também já iniciada a desinfecção de espaços públicos, abrangendo todas as freguesias, nomeadamente na envolvente dos centros de saúde, equipamentos e contentores de deposição de resíduos.
“Todo este trabalho só é possível graças ao empenho e disponibilidade de centenas de trabalhadores municipais que estão na linha da frente do combate a esta pandemia”, refere comunicado da autarquia.
Para além de assegurar apoio aos alunos de famílias mais carenciadas e à população idosa, com refeições gratuitas, e não só, a Câmara do Seixal acabou de aprovar um Plano de Operações Municipal da covid-19, que tem como objetivos “antecipar e preparar os meios e recursos no município para minimizar o impacto da pandemia no concelho do Seixal”.
Através deste plano municipal, será assegurado equipamento de proteção individual para os corpos de bombeiros do município, corporação do Seixal e a da Amora, “de forma a garantir a sua segurança e operacionalidade”, será ainda definido um Centro de Isolamento Municipal para bombeiros, assim como garantir a sustentação logística das operações, nomeadamente alimentação e alojamento.
Entre as várias medidas está a adoção preventivamente modelos de alternativos do funcionamento dos Corpos de Bombeiros, em caso de falta de elementos de comando ou de operacionais, e ainda definir a metodologia para o pedido de meios de reforço distritais (Grupos de Reforço) e a sua sustentação logística e operacional.
Alunos carenciados com comida em casa e proteção aos idosos
A autarquia vai apoiar as famílias com distribuição de refeições aos alunos do 1.º ciclo do escalão A. Uma decisão implementada deste ontem, e que se vai alargar a todas as famílias do escalão B. As refeições funcionam em regime de take-away e em descartáveis individuais para serem consumidas em casa.
O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara do Seixal, Joaquim Santos, depois de uma reunião onde participaram bombeiros, a Protecção Civil municipal e autoridades de saúde e segurança. Por obrigação dos tempos que correm com o novo coronavírus, o presidente dirigiu-se à população através de um vídeo difundido na página electrónica da autarquia, e redes sociais.
A Câmara “pretende ser um factor de normalidade e estabilidade, mesmo sabendo que estamos numa situação difícil, em que muitos de nós terão de ficar em casa”, lembrou o autarca.
Outras das medidas decididas na reunião da passada sexta-feira, foi a activação de três linhas de apoio para os idosos que careçam de receber refeições confeccionadas em casa, medicamentos e outros bens de primeira necessidade e uma linha de apoio psicológico.
Trata-se de um plano de apoio social desenvolvido em parceria com as juntas de freguesia e instituições sociais do concelho de forma a que a população idosa fique resguardada em casa.
Joaquim Santos deixou palavras de apreço aos trabalhadores das autarquias do Seixal, aos bombeiros do Seixal e de Amora e, particularmente, aos profissionais da Saúde, “que todos os dias nos ajudam para que possamos ultrapassar esta crise, preservando o mais possível a saúde de todos”. E concluiu: “estamos na linha da frente. Todos juntos vamos fazer frente a esta situação difícil e vamos vencer”.
Desde 17 de Março que está em vigor o alargamento da data limite de pagamento das faturas de água para 90 dias. Estes são contados a partir da data de emissão das faturas. Sendo que as já emitidas cujo prazo terminava no dia 17 de Março ou nos dias seguintes, vão ficar com as referências multibanco válidas por mais 40 dias.
A autarquia solicita ainda que, sempre que possível, a leitura do contador de água seja feita e enviada para os serviços municipais através do Balcão Digital da Água em cm-seixal.pt ou do telefone 800 500 210.
O atendimento público presencial ficará restrito apenas a situações urgentes e inadiáveis, mediante marcação prévia, nos Serviços Centrais da Câmara do Seixal, pelo que se apela a que se utilizem as linhas digitais e telefónicas e os Serviço Online.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010