Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Palmela investe 22 mil euros em festivais de música

Festival de Saxofones e festival da Música Alternativa com apoio municipal até 2021 

O município de Palmela assinou dois protocolos,  com associações locais,  para apoiar o Festival de Saxofones, em Palmela e da Música Alternativa, em Pinhal Novo. Na ocasião, o presidente da autarquia, aproveitou para destacar o processo “Palmela é Música”, da candidatura de Palmela a Cidade Criativa da Música da Unesco, que está em curso. "Temos agentes no território com um vasto património de trabalho no domínio cultural", disse Álvaro Amaro que elogiou o trabalho "consistente, rigoroso e de qualidade" das colectividades e associações locais, que têm "conseguido projetar Palmela", no país e no mundo. Ao todo os dois festivais vão receber, até 2021, cerca de 22 mil euros. 
Festival Bardoada/AJCOI decorre em Pinhal Novo 

O município de Palmela e a Sociedade Filarmónica Humanitária assinaram, no Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela, um protocolo de cooperação, para apoio à realização do Festival Internacional de Saxofone de Palmela. O protocolo, explica a Câmara de Palmela, "define a atribuição de um apoio financeiro da autarquia às duas próximas edições do festival, no montante de 13 mil 500 euros.
seis  mil euros, em 2019, e 7.500 euros, em 2021. A Câmara Municipal disponibiliza, ainda, o Cineteatro S. João e o Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela, bem como os respetivos equipamentos técnicos de som, luz e imagem, para apoio à realização das diversas ações do Festival.
Festival de Saxofones de Palmela "já se afirmou como um grande festival, único a nível da Europa" e, com este protocolo, pretende-se "dar uma relação de confiança e segurança", referiu Álvaro Amaro. 
Para o autarca, “Palmela é com toda a convicção e justeza terra de música” e lembrou a candidatura de Palmela a Cidade Criativa da Música em que "temos a convicção que seja qual for o resultado sabemos que o nosso território tem massa criativa e, algumas, singularidades". Álvaro Amaro garantiu ainda que “nem na terra do homem que deu origem ao saxofone, na Suíça, tem havido tanto destaque e projecção por via deste Festival”.
Tiago Costa, presidente da Direção da Sociedade Filarmónica Humanitária, mostrou-se satisfeito pela renovação deste apoio, que considera "fundamental para o Festival ter conseguido crescer e chegar onde chegou hoje". Tiago Costa anunciou ainda que “as próximas edições do evento irão alargar-se a outros locais da vila, para além da Humanitária”.

Festival Bardoada/AJCOI também com apoio municipal 
O segundo protocolo envolveu a continuação de apoio aos Bardoada/AJCOI, para organizar o Festival de Música Alternativa, que decorre em Outubro, no Pinhal Novo, nos próximos três anos, num montante de nove mil euros.
De acordo com o protocolo, o município garantirá apoio financeiro a este evento de música alternativa, até 2021. A Autarquia disponibiliza também o Espaço Contrafacção – Tenda da Salgueirinha, apoio logístico e de divulgação do Festival.
Álvaro Amaro referiu ainda que o Festival Bardoada & AJCOI tem atraído muitas pessoas a Pinhal Novo e já conquistou o seu espaço próprio, por isso, para além do apoio logístico, "precisava deste conforto financeiro para poder dar o salto".
O autarca esclareceu que "na mesma lógica da criatividade, da socialização e da cultura da pluralidade de expressões artísticas tem trazido muita gente ao Pinhal Novo com bandas de culto e este Festival é uma bandeira do município". 
"Sempre tivemos o apoio da Câmara Municipal, desde o dia 1 [em 2013]  e, este ano, damos mais um passo no fortalecimento do Festival que, assim, tem outras condições para poder crescer", agradeceu Igor Azougado, presidente da Direção da AJCOI.

Agência de Notícias com Câmara de Palmela

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010