Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 27 de novembro de 2018

FBI denunciou jovem de Setúbal por falsas ameaças

Jovem queria pôr uma bomba no estádio do Sporting e na Escola Sebastião da Gama

A revista 'Sábado' avança esta segunda-feira na edição online que o Federal Bureau of Investigation (FBI) alertou a Polícia Judiciária em Novembro de 2015 para um jovem que queria colocar uma bomba no estádio do Sporting. A mesma fonte refere que a polícia norte-americana informou as autoridades portuguesas de que um perfil português na rede social "Twitter" teria uma intenção de aderir ao Estado Islâmico dado que, em pelo menos três "posts", mencionou esse facto ao mesmo tempo que solicitou à organização terrorista duas coisas: explodisse com a sua escola, a secundária Sebastião da Gama, em Setúbal, e o estádio de Alvalade. O Ministério Público ouviu o jovem que reside em Setúbal mas arquivou o caso.
Jovem ameaçava explodir estádio de Alvalade 

A mesma publicação adianta que o rapaz, com 15 anos à altura e com o perfil "skater" na referida rede social, foi investigado pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária. Com recurso a um mandado judicial, as autoridades fizeram uma busca à casa dos pais, recolhendo um computador e um telemóvel. Os resultados das perícias não revelaram nada de incriminador e o caso foi arquivado.
O jovem foi ouvido pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) com a presença do seu pai. De acordo com o despacho de arquivamento, o "suspeito" do FBI confirmou ter sido o autor dos "tweets", mas que "tudo não passou de uma brincadeira, pois nunca teve intenção de aderir a uma organização terrorista, nem que a sua escola e o estádio do Sporting Clube de Portugal explodissem".
A 'Sábado' revela ainda a conclusão do procurador do processo: "Perante toda a factualidade apurada, entende o Ministério Público, em conformidade com a Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária, de que o indivíduo em causa ao agir como agiu, colocando no Twitter aqueles posts, apenas agiu com o intuito de dizer uma 'piada'", como "tantas outras patentes nos seus perfis de redes sociais".
A mesma publicação explica também que a investigação detectou que o rapaz era dado ao humor, "sendo possível caracterizar todo este comportamento como atitudes irreflectidas de um adolescente, de certa forma adequadas à imaturidade natural própria da idade".

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010