Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Semana do Peixe-espada Preto em Sesimbra

Peixe-espada preto em festival gastronómico à beira mar

Sesimbra recebe a 13.ª Semana Gastronómica do Peixe-espada Preto entre os dias 26 de Maio e 3 de Junho. Durante esta semana, dezenas de restaurantes do concelho vão preparar as mais variadas receitas, das mais tradicionais às mais inovadoras, para dar a conhecer a diversidade de pratos que podem ser confecionados com peixe-espada preto. Guisado com batatas e ervilhas, grelhado à posta ou frito em filetes, estas são algumas das propostas gastronómicas disponíveis nos restaurantes aderentes, que utilizam apenas peixe-espada preto pescado pela frota do concelho. Para complementar estas sugestões, os chefes sesimbrenses vão também propor vinhos da região, em resultado da parceria com a Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal. 
Peixe Espada Preto é capturado nas águas de Sesimbra 

As águas profundas ao largo de Sesimbra oferecem à mesa dos restaurantes da vila piscatória um peixe de sabor delicado e de carne branquíssima. O peixe-espada preto é mote para semana gastronómica de 26 de Maio a 3 de Junho nos restaurantes daquele concelho.
Em Sesimbra, terra piscatória aninhada na cordilheira da Arrábida, o peixe-espada preto é espécie capturada há perto de três décadas nas águas profundas, a poucas milhas da costa. Quem lhe conhece a feição, a este peixe com mais de um metro de comprimento, sabe como a carne branca desmente em sabor e textura o cenho agreste do animal. Uma pesca local cujo produto é comercializado para o mercado nacional e internacional inteiro, em posta ou em filetes.
O Peixe-espada Preto é pescado há aproximadamente 30 anos em Sesimbra. Movimenta 15 embarcações e cerca de 300 pescadores, números que refletem a importância que tem na economia da região.
Este peixe apresenta um formato longo (pode chegar a medir 1.30 m), achatado, e com uma pele de cor escura. O seu lombo é branco e de textura macia.
Alguns barcos capturam-no quase diariamente a poucas milhas da Sesimbra, o que permite que chegue a terra muito fresco. Na lota a sua transformação é feita localmente e posteriormente é comercializado para o mercado nacional e internacional inteiro, em posta ou em filetes.
Em Sesimbra pode provar-se em quase todos os estabelecimentos de restauração. As formas mais tradicionais de confecção são guisado com batatas e ervilhas, grelhado à posta ou frito em filetes. A sua qualidade tem inspirado os restaurantes a apresentar receitas inovadoras e, hoje, é possível descobri-lo das mais diversas formas ao longo de todo o ano em Sesimbra.
É um património gastronómico que a autarquia quer preservar e, neste sentido, está a desenvolver o seu processo de certificação.
Várias dezenas de restaurantes do concelho responderam afirmativamente ao repto deixado pela autarquia.
Para complementar estas sugestões, os chefes sesimbrenses vão também propor vinhos da região, em resultado da parceria com a Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal.
O programa da iniciativa inclui ainda um show cooking e uma aula de culinária, ambos dinamizados pela Docapesca, e uma degustação de vinhos regionais, promovida pela Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010