Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 9 de março de 2018

Governo quer construir nova prisão em Canha, Montijo

Estado investe 55 milhões de euros na freguesia mais rural do concelho 

O Governo de Portugal pretende construir um novo estabelecimento prisional na Herdade do Gil Vaz, em Canha. Um investimento na ordem dos 55 milhões de euros, que poderá contribuir para transformar a realidade económica e demográfica desta freguesia do concelho do Montijo. Uma primeira visita ao local já foi realizada pela secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Mesquita Ribeiro, e pelo secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo, no mês passado. "A concretização deste investimento é de extrema importância para o desenvolvimento e fixação de população em Canha, que é a freguesia mais rural, mais distante da cidade e menos povoada do concelho do Montijo", sublinha Nuno Canta, presidente da Câmara do Montijo. 
Governantes e autarcas visitaram Canha em Fevereiro 

 Os governantes estiveram in loco a avaliar a Herdade do Gil Vaz, na companhia do presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, e do presidente da Junta de Freguesia de Canha, Armando Piteira.
Na sequência do relatório sobre a organização dos estabelecimentos prisionais, o Ministério da Justiça apresentou a possibilidade de construir na Herdade do Gil Vaz um novo estabelecimento prisional de grandes dimensões, que poderá contribuir para resolver problemas existentes do sistema prisional e, simultaneamente, deslocar investimento e serviços para a vila de Canha e, assim, contrariar o “inverno demográfico” em que se encontra esta freguesia.
A Herdade do Gil Vaz, com cerca de 330 hectares, é propriedade do Estado. Funcionou como Centro Nacional de Formação Agrícola, sendo desativado em 2007.
"A concretização deste investimento é de extrema importância para o desenvolvimento e fixação de população em Canha, que é a freguesia mais rural, mais distante da cidade e menos povoada do concelho do Montijo", sublinha o presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta.
O decréscimo populacional de Canha é um problema que preocupa a Câmara do Montijo que, nos últimos anos, tem "estado empenhada na captação de mais investimento, público e privado, para a freguesia, numa perspetiva de fazer renascer esta histórica vila do concelho do Montijo e projetá-la no futuro, através de investimentos que permitam fixar população, criar emprego e riqueza", conclui Nuno Canta.

Agência de Notícias com Câmara do Montijo 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010