Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Cidade Europeia do Vinho 2017 escolhida em Palmela

Espanha apresenta quatro candidatas a Cidade Europeia do Vinho 

Quatro municípios espanhóis vão estar em Palmela nesta sexta-feira, 4 de Novembro, para defenderem as suas candidaturas a Cidade Europeia do Vinho 2017. Aquela que foi a primeira Cidade Europeia do Vinho, em 2012, vai ser palco da apresentação das candidaturas, numa cerimónia promovida pela  Rede Europeia das Cidades do Vinho, com o apoio do município de Palmela, a decorrer às 21h30, no Cine-teatro S. João. A organização acompanhou as visitas de trabalho a Espanha e considera que “as quatro regiões vinícolas espanholas apresentaram candidaturas muito fortes e bem estruturadas, pelo que será uma decisão muito difícil”. 

Próxima Cidade Europeia do Vinho é escolhida hoje em Palmela 

Cambados, localizado na província de Pontevedra, Vilafranca del Penedès, na província de Barcelona, Aranda De Duero, na província de Burgos, e La Palma del Condado, na província de Huelva, são os quatro municípios espanhóis participantes. Os seus representantes estarão esta noite em Palmela para apresentar as candidaturas, numa noite de gala que contará com animação musical por diversos agrupamentos e músicos do movimento associativo concelhio e culminará com o anúncio da próxima Cidade Europeia do Vinho.
O Município de Palmela integra o conselho de administração da Rede Europeia das Cidades do Vinho, estrutura internacional que congrega municípios produtores de vinho de onze países europeus, trabalha para a divulgação e valorização dos produtos de qualidade das diferentes denominações de origem, bem como dos territórios, facilitando, também, o estabelecimento de parcerias entre os seus associados, com vista à promoção enoturística.

As quatro cidades candidatas 
Há quatro cidades espanholas em competição 
O presidente da Rede Europeia das Cidades do Vinho e presidente do município de Reguengos de Monsaraz, José Calixto, visitou as cidades espanholas candidatas. José Arruda, secretário-geral da Associação de Municípios Portugueses do Vinho, acompanhou também estas visitas de trabalho e considera que “as quatro regiões vinícolas espanholas apresentaram candidaturas muito fortes e bem estruturadas, pelo que será uma decisão muito difícil”. 
Aranda de Duero tem cerca de 33 mil habitantes e é uma das localidades mais povoadas de Castela e Leão, à exceção das capitais de província. São muito conhecidas as suas adegas e caves subterrâneas de origem medieval, que contrastam com outras que, do ponto de vista arquitetónico, são ícones de modernidade e vanguarda.
Cambados fica situado junto à costa Atlântica, a meia hora de Santiago de Compostela, e possui um conjunto histórico muito importante. A região é conhecida sobretudo pelos seus vinhos Alvarinhos, detendo igualmente a proteção de denominação de origem Rías Baixas. A Festa do Alvarinho é uma das celebrações mais importantes e antigas de Espanha.
La Palma del Condado é um município com pouco mais de 10 mil habitantes e possui um centro histórico classificado de Bem de Interesse Cultural, assim como o de Cambados. Tem inúmeras adegas, algumas delas dedicadas à produção de bebidas espirituosas e vinagres.
Villafranca del Penedés pertence a uma das rotas enoturísticas mais visitadas e bem geridas de Espanha. A sua proximidade a Barcelona e a fama internacional das suas caves e adegas são pontes fortes deste município, que tem cerca de 40 mil  habitantes e um centro histórico de origem medieval bem conservado.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010