Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 15 de abril de 2014

Memórias revividas em museus e sítios de Setúbal

Lugares da Memória para relembrar património do concelho 

A inauguração da mostra “A semente lançada germinou” e a visita aos lugares do poeta Sebastião da Gama foram duas iniciativas realizadas, em Setúbal, no dia 12 no âmbito das comemorações locias do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios. 


Exposição mostra  a história dos instrumentos portugueses 
Instrumentos musicais, partituras e fotografias de músicos estão expostos na mostra “A semente lançada germinou”, patente até 21 de Junho, no Museu do Trabalho Michel Giacometti, em Setúbal.
A mostra inclui instrumentos tradicionais portugueses, da coleção particular de Albano Almeida, Rui do Cabo, Rui Rosado e do Rancho Folclórico de Praias do Sado, como violas, guitarras, bandolins, cavaquinhos, bombos, adufes, concertina, harmónio, bilhas de barro e sarroncas.
Podem ser ainda admiradas dez reproduções fotográficas do espólio de Michel Giacometti pertencentes ao Museu Nacional da Música, da Câmara de Cascais.
O município de Cascais disponibilizou também partituras de canções de berço, noivado, casamento, cantos de trabalho, cantigas e danças para festas e arraiais, canções de bem-querer e maldizer, resultado do trabalho do etnomusicólogo corso Michel Giacometti.
Durante a tarde houve tempo para momentos musicais com Georgette de Jesus, Manuel Guerra Henriques, Sónia Colaço e Grupo de Música Popular Portuguesa da Junta de Freguesia de São Sebastião.

Relembrar Sebastião da Gama 
“Lugares de Memória” é o tema deste ano Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se celebra a 18 de abril, instituído em 1982 com o objetivo de sensibilizar a população para a proteção e conservação do património público.
Ainda no âmbito do programa comemorativo em Setúbal, realizou-se a visita guiada “Os Lugares do Poeta”, a locais na Arrábida onde Sebastião da Gama escreveu alguns dos seus poemas.
A partir do “Roteiro dos Três Castelos”, escrito pelo poeta, os 62 participantes começaram o percurso no Rossio de Vila Nogueira em direção ao Convento del Carmen, com vista para a Serra do Risco.
Após a declamação de poemas de Sebastião da Gama por Alexandrina Pereira e recordações de dois ex-alunos do pedagogo em Estremoz, a visita prosseguiu por Alpertuche, Convento da Arrábida, Fortaleza de Santa Maria, hoje Museu Oceanográfico Luís Saldanha, e Lapa de Santa Margarida.
À noite, no Museu Sebastião da Gama foi inaugurada a exposição “Outros poemas de Sebastião da Gama”, composta por 12 textos inéditos, numa mostra comemorativa do 90.º aniversário do poeta da Arrábida, patente até 3 de Maio.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010