Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Histórias do Mundo: Homens chicoteados por jogo e adultério

Dez homens foram chicoteados em público na Indonésia

O Islão proíbe o jogo e o adultério. Quem não cumpre a lei islâmica é duramente punido em público. Foi o que aconteceu esta semana em Ache, na Indonésia, onde dez pessoas foram chicoteadas em frente a uma mesquita onde milhares de pessoas assistiram como se de um espectáculo se tratasse. Três pessoas, segundo a Agência para a Lei Islâmica de Ache Ocidental, acabaram por desmaiar na “execução do castigo”.

Homens sofrem "castigo" em frente à mesquita local

Dez pessoas foram chicoteadas, em praça pública, na região indonésia de Ache, onde vigora a lei islâmica, punição por terem cometido delitos como adultério ou apostas de jogo.
A aplicação do castigo teve lugar em frente à mesquita Grand Baitul Makmur, na localidade de Meulaboh, tendo sido presenciada por milhares de pessoas como líderes políticos e religiosos, indicou o diário "Kompas", citado pela agência noticiosa Efe.
Dois dos castigados, culpados de adultério, sofreram nove chicotadas cada um, sendo que os oitos restantes, condenados por efetuarem apostas de jogo, uma prática ilegal em Ache, receberam entre seis e oito.
"Três dos condenados desmaiaram durante o castigo", reconheceu Muhammad Azim, responsável da Agência para a Lei Islâmica de Ache Ocidental.
Centenas de pessoas são sentenciadas todos os anos em Ache pelos tribunais islâmicos a castigos físicos, como chicotadas, por infrações de cariz moral.
Ache é a única região da Indonésia em que vigora a lei islâmica.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010