Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 11 de julho de 2012

“Os Verdes” querem construção da nova Escola Secundária do Perú


Prevista para 2011… obras ainda nem começaram

O deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério da Educação e da Ciência, sobre a necessidade imperiosa de construção de uma nova escola secundária na Quinta do Conde, em Sesimbra. Uma necessidade já reconhecida pelo Ministério da Educação e Ciência mas à qual, até agora, não foi dado seguimento.

Os Verdes perguntam pela a Escola Secundária do Perú

 “Os Verdes” lembram que segundo o último recenseamento da população (censos 2011) a Quinta do Conde foi a freguesia, em termos relativos, que cresceu mais em Portugal nas últimas duas décadas. Hoje, mais de mil estudantes, da Freguesia da Quinta do Conde e da Freguesia de S. Lourenço e S. Simão de Azeitão, são obrigados a deslocarem-se para Setúbal, Palmela, Barreiro, Seixal e Almada, em virtude de a Escola Michel Giacometti responder só a algumas das necessidades locais.
“Os habitantes destas freguesias vêm os seus filhos, estudantes do ensino secundário, serem obrigados a deslocações superiores a três horas diárias, com reflexos no seu aproveitamento, ao aumento das despesas familiares e também das autarquias, e vêm ser-lhes negado um direito que é a Educação”, refere o deputado do Partido Ecologista “Os Verdes”.
O Ministério da Educação, por reconhecer esta realidade, encomendou à “Parque Escolar E.P.E” concursos e projecto para a construção de uma escola na Freguesia da Quinta do Conde, devido à centralidade e acessibilidades, com capacidade para 1260 alunos.
A Câmara Municipal de Sesimbra, solidária com as necessidades das populações, disponibilizou um terreno para a construção do equipamento, e a Direcção Regional de Educação de Lisboa (DREL) e a Parque Escolar assumiram o compromisso de iniciar os trabalhos de construção em 2011 com fim previsto em 2013. Mas em 2011 o processo foi suspenso, pese embora todos os problemas que acarreta de índole educativo, social e outros.
“A cada dia que passa, e devido à sobrelotação da Escola Michel Giacometti, aumento da população, entre outros, torna-se imperioso a construção, na urbanização Ribeira do Marchante, da nova Escola Secundária do Perú para que esta população tenha acesso à escola pública, ao ensino de qualidade e gratuito”, conclui o deputado do PEV.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010