Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 5 de junho de 2012

CostaPolis não vai ser liquidada


Deputados do PSD recebem garantia da CCDR/LVT


O presidente da CCDR/LVT garantiu aos deputados do PSD do Distrito de Setúbal que a Sociedade CostaPolis não será liquidada durante o seu mandato, apontando ainda o objectivo de completar a primeira fase da intervenção até 2013.
Deputados do PSD recebem garantias que obras no Polis não param 

O programa Polis para a Costa da Caparica, no concelho de Almada, foi lançado em 2001, prevendo-se a sua conclusão para 2006. Contudo, passado o dobro do tempo apenas um/quarto do projecto foi executado.
Nuno Matias, deputado do PSD, critica a opção do modelo de financiamento do projecto defendido pelo anterior Governo PS, porque este não garantia a sua execução até ao fim, dependendo apenas da alienação de terrenos.
“Este é um projecto estruturante para o concelho e para a região, que permite requalificar todo um espaço gerador de desenvolvimento”, defende.
O social-democrata lamenta “que já se estejam a lançar informações falsas para a opinião pública dizendo que a Sociedade CostaPolis vai ser liquidada, o que não corresponde à verdade”.
Nuno Matias diz que é preciso ter realismo e objectividade para repensar o modelo de financiamento para o futuro, de modo a que o Polis da Costa da Caparica possa ser uma realidade e um motor de desenvolvimento para o concelho de Almada.
“Temos a percepção de que até ao final de 2013 este projecto, na sua globalidade, será impossível de concretizar, sendo importante que o mesmo possa continuar sobre a forma desta sociedade ou de outra solução que venha a ser encontrada, algo que não foi excluído pelo presidente da CCDR/LVT”, realça.

Projeto não pode parar, diz presidente da junta
Para António Neves, presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, o programa Polis tem que avançar, pois caso isso não aconteça, será extremamente prejudicial.
O autarca do PSD espera que seja encontrada uma solução para que as intervenções que ainda faltam possam ser concluídas.
“Se este modelo já não serve, há que encontrar outro. Este é um projecto essencial”, realça António Neves.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010