Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Incêndio tira a casa a 10 pessoas

Fogo destrói cinco casas no Barreiro

Quatro residências foram destruídas e uma outra ficou danificada num incêndio que ocorreu nesta segunda-feira, dia 20 de fevereiro, no Barreiro Velho, mais concretamente na Rua Marquês de Pombal, na cidade do Barreiro. Dez pessoas ficaram desalojadas, segundo aponta a Proteção Civil. Moradores acusam um homem de ter pegado fogo. Bombeiros e Polícia, até agora, não explicaram a razão do incêndio.

Fogo destrói cinco casas 


Perto das 16 horas, a corporação de Bombeiros Voluntários Sul e Sueste foi chamada à Rua Marquês de Pombal, na freguesia do Barreiro, junto à Igreja Nossa Senhora do Rosário, para prestar socorro a um fogo que estaria a consumir “quatro moradias unifamiliares”, segundo confirmou o Adjunto de Comando, Caetano Beja.
Além destas quatro moradias, uma quinta habitação “ficou parcialmente danificada”, também devido ao incêndio, que resultou na necessidade de realojar 10 pessoas, segundo a Proteção Civil, que esteve no local.
De acordo com testemunhas, o incêndio terá tido origem em fogo posto por parte de um indivíduo que morava numa das habitações. Bombeiros, Polícia de Segurança Pública (PSP) e Proteção Civil não confirmam, porém, a origem do incêndio, admitindo que “as causas são desconhecidas” e estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária.

Fogo posto?

Apesar do silêncio prudente das autoridades, alguns moradores contaram a um jornal local (Jornal do Barreiro) que a situação remonta a sexta-feira passada, dia 17 de fevereiro, quando a PSP e os bombeiros foram chamados à Travessa Nova do Rosário – situada nas traseiras da Rua Marquês de Pombal –, onde o homem queimava cobre numa casa abandonada e em ruínas. Sem qualquer medida segura ter sido tomada para evitar nova situação semelhante, os moradores da zona garantem que esse mesmo indivíduo terá feito, durante o fim de semana, a ameaça de deitar fogo a várias casas.

10 pessoas sem casa

Nesta segunda-feira de Carnaval, bombeiros e PSP chegaram ao local quando já teriam rebentado várias botijas de gás. "Há muita gente a chorar", referiu um morador ao JB, perante o incêndio que atingiu cinco habitações nesta zona querida do Barreiro Velho por muitos que ali foram criados.
O fogo foi extinto por volta das 19h15, tendo oito dos desalojados dormiram em casa de familiares e outros dois numa pensão do Barreiro. Entre estas 10 pessoas encontram-se o próprio indivíduo que alegadamente terá ateado o incêndio, mulher e três filhos, cuja casa foi também queimada.
Segundo o Adjunto de Comando Caetano Beja, estiveram envolvidas três viaturas e 16 homens dos Bombeiros Voluntários Sul e Sueste, que foram reforçados com o apoio de duas viaturas e seis homens da Corporação de Bombeiros de Salvação Pública do Barreiro.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010