Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Joaquim Santos tomou posse na Câmara do Seixal

"Um dos municípios mais desenvolvidos e com maior qualidade de vida" 

A tomada de posse dos eleitos para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal do Seixal teve lugar no dia 23 de Outubro, segunda-feira, numa cerimónia pública de instalação dos órgãos autárquicos para o quadriénio de 2017 a 2021. Teve lugar também a primeira reunião da Assembleia Municipal no seu XII mandato, na qual foi eleita a presidência da mesa da Assembleia Municipal, onde foram eleitos Alfredo Monteiro, Custódio Carvalho e Angelina Pereira. A lista proposta foi aprovada com 28 votos a favor, 3 abstenções e 5 votos contra. Durante a sua intervenção, o presidente da Câmara do Seixal, Joaquim Santos, referiu que “foi graças ao Poder Local Democrático que os concelhos se desenvolveram nas últimas quatro décadas, sendo o Seixal hoje em dia um dos municípios mais desenvolvidos e com maior índice de qualidade de vida”.
Santos tomou posse para mais um mandato. Este sem maioria 

O autarca referiu ainda que “estamos num novo ciclo político no concelho do Seixal e a partir de hoje é tempo de retomar a ação e de aumentar as respostas naqueles que são os fatores críticos de desenvolvimento que o concelho precisa para poder avançar”. Joaquim Santos referiu alguns exemplos, mencionado que “neste mandato é nossa expectativa e da população que se inicie a obra do hospital do Seixal, que se concretize o novo Centro de Saúde de Corroios, a Loja do Cidadão, a Esquadra da Divisão Policial do Seixal, equipamentos sociais, a requalificação de várias escolas, a construção dos quartéis dos bombeiros de Fernão Ferro e Amora e que possamos resolver os problemas existentes relativos ao realojamento social que no concelho do Seixal afeta mais de 554 famílias”.
Joaquim Santos reiterou o compromisso assumido com a população do concelho do Seixal de reforçar o investimento da autarquia nas mais diversas áreas de intervenção, referindo que “Na educação, iremos prosseguir a requalificação de todas as escolas básicas e jardins de infância, e avançaremos para a requalificação e ampliação das EB Qta. de Sto. António em Amora e EB de Aldeia de Paio Pires e construção do novo JI da Qta. de S. Nicolau em Corroios.
Para os jovens do concelho, "comprometemo-nos com o lançamento de um novo modelo de habitações a custos controlados para casais jovens e com a construção do Centro de Apoio ao Movimento Associativo Juvenil que irá nascer em Amora", diz Joaquim Santos.
Na cultura, merece destaque a construção do novo Centro Cultural de Amora, a reabilitação da Mundet ou o Centro de Interpretação do Monumento Nacional Olaria Romana do Brasileiro-Rouxinol, e a afirmação de projetos emblemáticos como o SeixalJazz ou a Oficina de Artes Manuel Cargaleiro.
No desporto, diz o autarca, "iremos construir mais equipamentos desportivos, desde os de proximidade aos grandes equipamentos, como é exemplo a Piscina Municipal de Paio Pire".

Mobilidade, ambiente e higiene urbana prioridades do executivo  
Na mobilidade,  o executivo quer  prosseguir com a rede de ciclovias, com uma ligação pedonal e ciclável ao Barreiro e Aroeira, concelho de Almada, com o prolongamento do passeio ribeirinho de Amora, com a criação de um circuito turístico em torno da Baía do Seixal através de um veículo elétrico, ou a conclusão do troço da Alternativa à EN10 em Corroios.
No ambiente, "pretendemos construir mais parques e jardins, com destaque para a 1.ª fase do Parque Metropolitano da Biodiversidade em Corroios, Parque Urbano de Miratejo e Parque Urbano do Seixal. No abastecimento público de água e saneamento, vamos prosseguir com a renovação de redes e condutas e aumentar a capacidade de reserva dos sistemas municipais, como são exemplo a construção do Centro Distribuidor de Água de Fernão Ferro já em curso ou a obra de saneamento que vai abranger metade da área da Verdizela numa 1.ª fase, que se vai iniciar brevemente", diz Joaquim Santos.
Na higiene urbana para além de novas viaturas, contratação de mais trabalhadores e melhor organização, "vamos prosseguir com a colocação em larga escala de contentores semienterrados na zona central de Corroios, alargando-se depois a outras importantes áreas urbanas do concelho", sublinha o autarca.
No socorro às populações, "pretendemos colocar em funcionamento os quartéis dos bombeiros de Fernão Ferro e de Amora, obras apoiadas pela Câmara Municipal do Seixal, com comparticipação de fundos europeus, sendo também necessário que o Governo reforce as linhas de financiamento das nossas corporações de bombeiros que pese embora o grande apoio da Câmara do Seixal, não conseguem ter a necessária sustentabilidade para garantirem um melhor socorro às populações e aproveito uma vez mais para lhes prestar uma sincera homenagem pelo extraordinário trabalho que têm prestado à população do concelho e um pouco por todo o nosso país”, garante Joaquim Santos.
A finalizar a sua intervenção, o autarca lembrou que “estas expectativas e necessidades são sentidas todos os dias pelas nossas populações pelo que neste novo ciclo pretendemos que as soluções para os problemas sejam construídas de forma mais próxima com as populações, pelo que iremos avançar com um novo modelo de participação, contando também com o imprescindível contributo de todos os trabalhadores, das centenas de instituições que têm ajudado a construir o nosso concelho e com todas as forças políticas que hoje tomaram posse, para que em conjunto consigamos trazer mais desenvolvimento económico e social ao nosso concelho, honrando as nossas memórias, construindo o futuro”.

CDU sem maioria terá de negociar com oposição 
Apesar de todas estas "promessas" e "compromissos políticos" do mandato, Joaquim Santos deixou de ter a maioria na autarquia e terá de "negociar" tudo com as forças da oposição. Além do presidente, a CDU elegeu quatro vereadores. Tantos como o Partido Socialista.. PSD e BE elegeram um vereador cada. O Bloco de Esquerda tentou "negociar" uma coligação governativa com os comunistas mas o acordo foi recusado pela CDU.
O PCP-PEV teve 36,54 por cento dos votos e desceu 6,88 pontos percentuais, o que fez com que a CDU no Seixal perdesse um dos mandatos e, consequentemente, a maioria absoluta.
O PS reforçou a sua posição como segunda força política mais votada, aumentando o resultado de 23,78 por cento de há quatro anos para 31,44 por cento. Dessa forma, aumentou para quatro os eleitos no executivo municipal.
PSD e BE melhoraram a sua prestação eleitoral, mas cada um manteve o mandato que já detinha.
A vitória dos comunistas passou também pela Assembleia Municipal, com a reeleição de Alfredo Monteiro, que com 35,18 por cento dos votos lhes valem 13 deputados neste órgão, contra 11 do PS, quatro do PSD, três do BE, um do PAN e um do CDS-PP.
A CDU conseguiu conquistar as freguesias de Corroios, Amora, Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, enquanto a candidatura independente de cidadãos ‘Somos Fernão Ferro’ ganhou na Freguesia de Fernão Ferro.

Agência de Notícias com Câmara do Seixal 


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010