Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Setúbal vai monitorizar questões de Proteção Civil

Autarquia quer tornar a cidade num polo de reflexão e investigação sobre segurança 

A Câmara Municipal de Setúbal anunciou a aprovação da Plataforma de Setúbal, fórum permanente de monitorização de matérias relacionadas com a Proteção Civil, na sequência da Conferência Internacional Riscos, Segurança e Cidadania. O vereador do pelouro do Serviço Municipal de Proteção Civil, Carlos Rabaçal, disse à Lusa que "o objetivo é tornar Setúbal um polo de reflexão, investigação das questões relacionadas com os riscos e a cidadania das pessoas".
Setúbal  investe na segurança e motoriza Proteção Civil 

Setúbal foi considerada uma cidade resiliente, uma vez que, segundo Carlos Rabaçal, "tem uma atividade muito profunda de planeamento em relação aos serviços urbanos e florestais" e, ainda, "um plano de emergência para a grande zona industrial e para o centro histórico".
Os parceiros da Plataforma, nesta fase inicial, são o Centro de Estudos e Intervenção em Proteção Civil, o Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa e o Instituto Politécnico de Setúbal, que trabalham ao lado do município para "criar uma rede de conhecimentos consistentes do ponto de vista científico e técnico", diz Carlos Rabaçal, que afirma também que qualquer entidade pode aderir a este projeto.
A Autarquia aprovou a celebração de um protocolo que estabelece uma parceria para a criação da Plataforma de Setúbal, fórum permanente de monitorização de matérias relacionadas com proteção civil.
A Plataforma de Setúbal é um fórum permanente de monitorização, investigação, discussão e cooperação nas matérias relativas à aplicação do Marco de Sendai para a Redução de Risco de Desastres 2015 – 2030 em Portugal, mais concretamente no concelho de Setúbal.
Além dos signatários do protocolo, a plataforma é aberta à participação de todas entidades que a ela queiram aderir.
A Conferência Internacional Riscos, Segurança e Cidadania contribuiu para o reconhecimento de Setúbal como um dos municípios que está na vanguarda do estudo e implementação de programas e medidas de prevenção referentes à segurança.
"Essa qualidade e o empenhamento do município, da população e instituições, levaram as Nações Unidas a integrar Setúbal na plataforma mundial das cidades resilientes, distinção que se pretende continuar a manter e consolidar", refere a proposta aprovada em reunião de câmara.

Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010