Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Museu da Música de Pinhal Novo com protocolo

Protocolo com a Câmara de Palmela permite acesso em condições vantajosas

A Câmara de Palmela e o Museu da Música Mecânica celebraram um Protocolo de Colaboração com o objetivo de dinamizar aquele importante espólio junto da comunidade local e da região, nomeadamente, através de grupos organizados através do Serviço Educativo do Museu Municipal, e das áreas do Turismo e da Intervenção Social.  Inaugurado em Outubro de 2016, o Museu da Música Mecânica - instalado em Arraiados, na freguesia de Pinhal Novo – constitui a concretização de uma aspiração do seu proprietário, Luís Cangueiro, que remonta a 2005, quando o município recebeu a exposição “Sons para ver, ouvir e sentir – instrumentos de música mecânica”, na Igreja de Santiago, Castelo de Palmela, iniciativa que constituiu um êxito.
Museu foi inaugurado em Outubro pelo Presidente da República 


Este protocolo, explica a Câmara de Palmela, "reconhece o interesse público municipal do museu e estabelece as condições de acesso da comunidade ao referido equipamento cultural, nomeadamente, com ações didático-pedagógicas para o público escolar sem quaisquer custos para os visitantes ou acessos beneficiados, nomeadamente, no Dia Mundial da Criança e no Dia Internacional do Idoso, apesentando ainda descontos para os portadores do Cartão Municipal Idade Maior e do Palmela Tourist Card".
O Museu da Música Mecânica, no Pinhal Novo, abriu portas em Outubro do ano passado e parece uma gigante caixa de música, perdida numa vinha de Arraiados. Em cerca de mil metros quadrados, há centenas de instrumentos mecânicos para ouvir e todos contam uma história, desde os finais do século XIX até à década de 30 do século XX. O acervo do colecionador Luís António Cangueiro era pensado há mais de 15 anos. 
O novo espaço cultural  da freguesia permite ver, ouvir e sentir o som original de peças com mais de cem anos de história. A construção deste museu “é uma iniciativa privada do colecionador Luís Cangueiro”, que durante mais de três décadas reuniu um total de 600 peças do Século XIX à década de 30 do Século XX. “Estes exemplares eram as únicas máquinas que durante este período tinham a possibilidade de produzir música”, explica Luís Cangueiro. Todas as peças estão em estado de funcionamento. "Trata-se de uma coleção particular, reunida ao longo de uma vida e representativa de toda a música mecânica. As diversas tipologias distribuem-se pelos mais variados instrumentos, desde as mais antigas caixas de música de cilindro de madeira ou de metal às mais recentes e populares grafonolas", diz a direção do museu, que se situa na localidade de Arraiados, às portas de Pinhal Novo.
"É um privilégio podermos ver, ouvir e sentir peças centenárias que poderemos interpretar como um sinal da vida do homem através dos tempos, a expressão da sua cultura, a manifestação livre do seu poder criador", diz Luís Cangueiro.
O Museu da Música Mecânica tem como missão preservar e divulgar uma colecção particular representativa de toda a música mecânica através de um espaço interactivo e de uma oferta cultural inovadora.
O edifício, da autoria de Miguel Marcelino, é um espaço inspirador e constitui um novo foco de interesse e orgulho por parte da comunidade. 
Além da coleção musical de qualidade internacional, com cerca de seis centenas de objetos, integra, ainda, um auditório, sala de exposições, centro de documentação, loja e cafetaria.

Agência de Notícias com Câmara de Palmela

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010