Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 5 de junho de 2018

Seixal na linha da frente da promoção da atividade física

Autarquia na apresentação do Plano de Ação Global para a Atividade Física


O Seixal esteve esta segunda-feira presente na apresentação do Global Action Plan for Physical Activity (2018-2030), enquanto município que tem a presidência da Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis. A iniciativa, que decorreu na Cidade do Futebol, foi organizada pela Organização Mundial de Saúde e contou com a presença do Primeiro-ministro, António Costa, do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, do diretor geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom, do presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes e do presidente da Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis, Joaquim Santos, entre outros. "Ser ativo é fundamental para a saúde. Mas no mundo moderno, está a tornar-se cada vez mais um desafio, em grande parte porque as nossas cidades e comunidades não são projetadas da forma mais correta", explicou o líder da Organização Mundial de Saúde. Por sua vez, o primeiro-ministro, António Costa desafia "todos" a fazerem exercício e a reduzirem "encargos ao SNS". 
Projeto da OMS apresentado na Cidade do Futebol 

Este novo plano, criado pela Organização Mundial de Saúde, pretende mobilizar os países para a promoção de melhores ambientes e para a prática segura de atividade física. A este propósito, Joaquim Santos, presidente da Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis, referiu que “em Portugal, os dados mais recentes mostram que a população pratica pouca atividade desportiva, mantendo um estilo de vida sedentário. A obesidade infantil, que conduz a doenças graves, é atualmente uma grande preocupação, pelo que é urgente que os hábitos se alterem e que se adotem medidas que invertam esta situação”.
Joaquim Santos referiu ainda que “o nosso país está muito atrasado relativamente à União Europeia, pelo que é urgente implementar novas medidas. Nos centros de saúde, por exemplo, deveria incentivar-se a prática desportiva e hábitos saudáveis. No ensino é conhecida a reduzida expressão das disciplinas de atividade física e desporto. No sistema desportivo, a grande aposta é quase exclusivamente ao nível das federações desportivas, quando somente uma pequena percentagem de jovens desenvolve desporto federado”.
Como solução, o autarca aponta “a criação de um Plano Nacional de Atividade Física e Desportiva, verdadeiramente multissetorial, que recupere o atraso que o nosso país regista neste capítulo, juntando os profissionais da educação, desporto, saúde e área social, entre outros, para que se consiga finalmente iniciar uma trajetória para alcançarmos comunidades mais saudáveis. Para a concretização deste plano nacional, deverá acrescentar-se ainda as autarquias, que há muito têm sido os verdadeiros ministérios do desporto, com uma ação coerente consubstanciada em instrumentos de planeamento e ação e os seus principais parceiros locais de desenvolvimento desportivo e cultural, que são as coletividades populares”.

Costa desafia "todos" a fazerem exercício e a reduzirem "encargos ao SNS"
O primeiro-ministro apelou à "mobilização de todos" para aumentar a atividade física em prol de "mais qualidade de vida" e "menos encargos para o funcionamento do Serviço Nacional de Saúde".
O chefe do Governo assinalou que o SNS "requer investimento", mas "requer, acima de tudo, mais hábitos de vida saudáveis", para que as pessoas precisem "menos de utilizar o Serviço Nacional de Saúde".
"A atividade física é absolutamente essencial para a qualidade da saúde", acentuou, sublinhando que as pessoas "vivem mais anos", mas com "menos saúde".
O primeiro-ministro apontou como "desafio aliciante e simples" o fazer de cada rua um modelo de "vida ativa saudável", com os residentes a poderem usar mais ciclovias ou transportes públicos.
Para António Costa, é necessário "reinventar a forma de vida", e "aumentar a atividade física" implica a "mobilização de todos" para se ter "mais qualidade de vida" e, com isso, gerar "menos encargos para o funcionamento do Serviço Nacional de Saúde".
"Todos estamos convocados para sermos mais ativos", vincou António Costa.


Não é preciso ser um atleta profissional para escolher ser ativo
"Ser ativo é fundamental para a saúde. Mas no mundo moderno, está a tornar-se cada vez mais um desafio, em grande parte porque as nossas cidades e comunidades não são projetadas da forma mais correta", explicou Tedros Adhanom Ghebreyesus.
Em todo o mundo, um em cada cinco adultos e quatro em cada cinco adolescentes (11-17 anos) não praticam atividade física suficiente.
A atividade física regular é fundamental para prevenir e tratar doenças não transmissíveis, que são responsáveis ​​por 71 por cento de todas as mortes em todo o mundo.
O Plano de Ação mostra como os países podem reduzir a inatividade física em adultos e adolescentes em 15 por cento até 2030. O documento recomenda um conjunto de 20 áreas políticas que, combinadas, visam criar sociedades mais ativas através da melhoria dos ambientes e das oportunidades para pessoas de todas as idades e habilidades poderem fazer mais caminhadas, ciclismo, desporto, recreação ativa, dança e diversão.
"Não é preciso ser um atleta profissional para escolher ser ativo. Subir as escadas em vez do elevador faz a diferença. Ou caminhar ou usar a bicicleta em vez de conduzir até a padaria mais próxima. São as escolhas que fazemos todos os dias que podem manter-nos saudáveis. Os líderes devem ajudar a facilitar essas escolhas", concluiu o Diretor-Geral da Organização Mundial de Saúde.

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis é uma associação de municípios que conta atualmente com 54 municípios portugueses, representando cerca de 38 por cento da população portuguesa, quase 4 milhões de pessoas. Com 20 anos de atividade, é uma plataforma de partilha de estratégias e projetos ao nível intermunicipal, com intervenção direta junto das comunidades, tendo como missão apoiar e divulgar o Projeto Cidades Saudáveis da Organização Mundial de Saúde com o objetivo de melhorar a saúde e qualidade de vida dos munícipes.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010