Dá um Gosto ao ADN

sábado, 16 de junho de 2012

Uma Luz na austeridade por Ana Esperança


As crianças especiais...

 No primeiro dia de junho, celebramos o dia da Criança, em homenagem a todas as nossas crianças, aos homens e mulheres de amanhã, ao futuro, ocorreu algo memorável para todos nós.


Por muitos considerados “atrasados mentais”, os doentes portadores de Síndrome de Down já provaram por inúmeras vezes que são tao capazes como qualquer pessoa. Limitações, todos nós temos e se eles são capazes de as ultrapassar então de que nos podemos nós queixar?!
Muito recentemente, a selecção portuguesa de atletismo para atletas com síndrome de Down sagrou-se campeã do mundo da modalidade. A competição decorreu durante três dias no Estádio João Paulo II, em Angra do Heroísmo nos Açores, e Portugal foi o grande vencedor, deixando para trás desportistas de 12 países. 
Era um sonho que acalentavam há muito, ir aos Açores, organizar o segundo campeonato do mundo no nosso país e, se possível, terminar em grande tal como aconteceu.
A atleta Maria João Silva, natural do Pico, esteve em grande destaque ao conquistar três medalhas de ouro. As medalhas foram obtidas nas provas de 1.500 e 800 metros marcha e em estafeta e deram uma contribuição decisiva para o resultado final, ajudando a colocar Portugal no topo da classificação. Tornou-se assim campeã da Europa e duplamente campeã do Mundo, sendo ainda que a atleta açoriana do Centro de Actividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericórdia da Madalena, na sua ilha natal, detém os recordes em todas as distâncias.
Depois de todas as provas disputadas, Portugal somou um total de 334,5 pontos, contra os 196,5 da Venezuela, segunda classificada, e os 169 da África do Sul, que ficou em terceiro lugar no mundial.
Tal como já referi, caros amigos e leitores, de que nos podemos nós queixar quando estas crianças grandes continuam a provar que a vida é afinal tao simples de viver?! A vida é como um eco, dá-nos o dobro do que lhes damos. Se gritarmos paz, teremos “paz!, paz!”, se gritarmos amor, teremos amor, etc. mas se gritarmos desespero, medo, maldade, o eco também se fará ouvir…

Boa semana e Boas notícias a todos!


 Ana Esperança
Pinhal Novo

Nos dias que correm as palavras de ordem são austeridade, crise e contenção…
Pois bem, caros leitores, é minha intenção nestas breves linhas dar-vos conta das boas notícias de que os canais de televisão não falam e as páginas do jornal apenas mencionam em letras tão pequenas que nem damos por elas. Chamemos-lhe “uma luz na austeridade”.


 Consulte todos os artigos da autora

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010