Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

As loucas mensagens do Facebook!



Criticas Soltas - by Joana Teófilo Oliveira 


As loucas mensagens do Facebook!

O nosso primeiro, Pedro Passos Coelho, deixou uma mensagem aos portugueses, no Facebook , onde revela ter recebido, na sua página, um comovente pedido de ajuda de uma portuguesa de seu nome Ana Isabel Albergaria. Diz a Ana: "Já cortei tudo. Tomo banho só uma vez por semana, só acendo uma lâmpada, dispensei a mulher-a-dias e só saio no carro em casos extremos. Por favor, diga-me o que hei-de fazer para poder continuar a pagar as obrigações ao Estado. Estou desesperada!". A mensagem é tão comovente que a referência ao tomar banho, feita por uma mulher desconhecida na página do Facebook de um homem de quarenta e tal, não chega a ser ligeiramente excitante. Ana Isabel parece ser uma pessoa estranha e a mensagem merece ser analisada. 

Ora, estamos perante alguém que, para fazer face à crise, começou por cortar nos gastos com a higiene pessoal e com a luz eléctrica. Faz sentido que estes cortes sejam feitos em conjunto. Depois de uma semana sem tomar banho, é fácil detectar uma pessoa mesmo vivendo às escuras. - "ó mãe, não vejo nada! Onde é que estás?" - "Segue o cheiro, filho!" - "Ai, estavas aí, debaixo desse rolo de cotão". - "Não é um rolo de cotão, filho. É que eu agora também já só me depilo uma vez por ano." 
A mensagem é, também, um pouco surreal dado que mistura referências a profunda miséria - só tomo banho uma vez por semana - com outras bem  mais comezinhas - dispensei a mulher a dias e só saio no carro em casos extremos. E vendi o bidé e lavo-me no "sidecar". É esquisito. Faz lembrar a velha história do menino rico que escreveu uma redacção sobre a pobreza: "Era uma vez um menino muito pobre, que vivia com  os pais que eram muito pobres num chalé muito pobre, com uma piscina muito pobre e um campo de ténis muito pobre. E até o motorista, a governanta e o mordomo eram pobres." Neste caso, podemos acrescentar, até o carro deve ser muito pobre!

O final da mensagem levanta grandes suspeitas, porque a Ana Isabel não está desesperada porque é perseguida pela fome, ou porque não pode dar banho...ou porque deixou de saber fazer o ponto de embraiagem. A Ana Isabel Albergaria está desesperada porque quer continuar a pagar as obrigações ao Estado. Pois, pois. Esta Ana Isabel, que escreveu ao nosso primeiro-ministro, deve ser a irmã gémea da namorada (ou mulher?) brasileira do Pinto da Costa.  

Analisemos, agora, a resposta de Passos Coelho à Ana. Diz o nosso primeiro: "Como a Ana Isabel, muitos de vocês estão assustados…" (e cheiram mal!). O que é isto?!
Resumindo. Senhor primeiro-ministro, o que eu queria era ver a mensagem da Vânia Isabel e a frase: "como a Vânia Isabel, muitos de vocês têm vontade de me mandar à mer…". Ou a mensagem - O senhor Alberto João escreveu desesperado: "já cortei tudo. Tomo banho só aquando das cheias, só acendo 300 mil lâmpadas no Natal, já dispensei a troika." Vamos ter calma, que desta vez, os sacrifícios são só para quem tem Facebook e mostram sinais de riqueza nas dez quintas do Farmville.
Por hoje chega, tenho cá em casa a Ana Isabel Albergaria a tomar banho com água que poupei do meu banho.
 Temos de ser uns para os outros; depois ela empresta-me o carro!
 


Joana Teófilo Oliveira 
Estudante de Ciências da Educação 
Quinta do Anjo 

(Escreve todas as segundas-feiras na rubrica Criticas Soltas)







Outros artigos da autora

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010