Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Quartos de Final da Taça de Portugal

A “sorte” ditou um FC Porto – Pinhalnovense



O sorteio realizado esta quarta-feira ditou que o Pinhalnovense vá ao Dragão, a 12 de Janeiro, jogar com o Futebol Clube do Porto para os quartos-de-final da Taça de Portugal que é o actual detentor do trofeu.
Paulo Fonseca, treinador do Pinhalnovense,  em declarações aos jornalistas referiu que  “é positivo defrontarmos o Porto. Não vejo o sorteio como um problema mas sim como uma oportunidade para os jogadores da equipa. Vamos representar um concelho e estamos contentes por isso”. O treinador acredita igualmente que “será um prémio para os jogadores jogar num estádio como o Dragão”.
O Pinhalnovense que jogou esta quarta-feira no Algarve e venceu o Lagoa por 1-0, golo de Tomas, é, por agora, o único representante da 2ª Divisão na prova Rainha do Futebol Português. Para o treinador azul-e-branco, de Pinhal Novo, o Pinhalnovense vai ao Porto mostrar o seu futebol. “Não vamos mudar aquilo que somos para jogar com um grande, vamos praticar o nosso futebol”.
Vencer o Porto é encarado por Paulo Fonseca como uma tarefa difícil mas não impossível. “Somos realistas: as hipóteses são reduzidas, mas no futebol tudo é possível”, concluiu o treinador da equipa que já deixou, pelo caminho, o União Micaelense, Maria da Fonte, Fafe, Tirsense e Leixões.

“Era giro ganhar ao FC Porto”


Para o autor do golo do Pinhalnovense, em Matosinhos, Quinaz, [considerado o melhor jogador em campo pela imprensa especializada], o sorteio não trouxe nenhuma surpresa. Apesar de ser um grande desafio para a equipa de Pinhal Novo, o 10 do Pinhalnovense realça que “é sempre bom jogar com um grande”.
Quinaz é um dos melhores marcadores da Taça [5 golos] sabe de todas as dificuldades de jogar contra a equipa de André Vilas-Boas. “Vai ser complicado passar e é muito difícil marcar a uma equipa como o F.C. Porto”.
Será o Pinhalnovense capaz de acabar com a invencibilidade do Porto? “Era muito bom mas vai ser difícil. Na taça tudo é possível. Temos consciência da dificuldade mas seria engraçado. Esse é o espírito de taça”, disse Quinaz. Dia 12, logo se vê. Se ganhar, o Pinhalnovense fica mais perto de ir ao Jamor, em Maio de 2011.

Presidente preferia o Porto no Pinhal Novo


Já o presidente do Pinhalnovense, Amândio Dias, preferia jogar com o F.C. Porto em casa mas os sorteio não foi feliz. É um sorteio que não nos favorece muito, jogamos fora, somos uma equipa de uma divisão inferior e na vida tudo pode acontecer. Temos o sonho de chegar mais além e tudo faremos para conseguir uma surpresa frente a uma das melhores equipas de Portugal e da Europa. Não temos nada a perder, vamos ganhar prestígio mais uma vez e vamos convictos de que vamos fazer o melhor. O F.C. Porto vai ter de correr tanto ou mais que nós, porque não temos nada a perder, temos tudo a ganhar”, concluiu o presidente logo após o sorteio, em Lisboa.

FC Porto já sabia quem era o adversário... antes do sorteio

Em cheio! Fernando Gomes -  Bi-Bota de Ouro e director de scouting dos dragões – adivinhou a sorte na viagem entre o Porto e Lisboa. Fernando Gomes explica porquê: “Durante a viagem, eu e o Jaime Teixeira [produção de conteúdos] vínhamos a conversar nesta possibilidade, de podermos jogar com o Pinhalnovense. Foi uma coincidência total. Um dos compromissos do F.C. Porto é vencer a Taça, não só porque somos o detentor do troféu mas também porque queremos continuar a somar títulos e a ser os melhores. Frente ao Pinhalnovense, temos de ser tão rigorosos como na última eliminatória com o Juventude de Évora e, se assim for, o resultado irá pender para o nosso lado, embora o Pinhalnovense tenha uma equipa que já causou surpresa na Taça. Vai ao Dragão sem pressão, até porque já causou surpresa em Matosinhos”, analisou Fernando Gomes, nesta quarta-feira, após o sorteio da sexta eliminatória, na sede da FPF.
O Pinhalnovense acedeu ao pedido do F.C. Porto para jogarem a 12 de Janeiro (quarta-feira), ainda que a data possa ser alterada devido aos compromissos televisivos, explicou o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Amândio de Carvalho.







 Os outros jogos

Com três vagas ainda em aberto na sexta eliminatória da “prova rainha” do calendário nacional – uma delas ficará decidida no próximo dia 5 de Janeiro de 2011, quando Benfica e Olhanense se encontrarem no Estádio da Luz –, os Vitórias (Setúbal e Guimarães) já sabem que jogarão fora de portas, enquanto o Rio Ave receberá em Vila do Conde os “encarnados” ou a formação algarvia.

Eis o programa de jogos, que estão calendarizados para o dia 12 de Janeiro de 2011:
FC Porto - Pinhalnovense
Rio Ave - Benfica/Olhanense (*)
Bombarralense/Louletano/União da Madeira/Académica (**) - Vitória de Setúbal
Varzim/Gondomar/Ribeirão/Merelinense (***) - Vitória de Guimarães

(*) O jogo em atraso referente à quinta eliminatória, entre Benfica e Olhanense, joga-se a 5 de Janeiro.

(**) Encontra-se em curso um Processo Disciplinar instaurado ao Bombarralense e ao Louletano. O vencedor dessa partida defrontará o União da Madeira (quarta eliminatória) e, quem triunfar nesse confronto, deslocar-se-á a Coimbra, para defrontar a Académica (quinta eliminatória).

(***) O jogo em atraso referente à terceira eliminatória, entre Varzim e Gondomar, joga-se a 23 de Dezembro. O vencedor desse encontro receberá o Ribeirão (quarta eliminatória) e, quem triunfar nessa partida, joga em casa frente ao Merelinense (quinta-eliminatória).


Paulo Jorge Oliveira 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010