Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Setúbal dá nova imagem a bairro histórico


Reabilitação urbana avança no Troino

Está já concluído o asfaltamento da rua António Maria Eusébio, o que representa mais um passo na requalificação urbana que a Câmara de Setúbal está a promover no bairro de Troino.


Setúbal está a reabilitar ruas do Bairro do Troino
As obras, iniciadas na passada quinta-feira e concluídas no dia seguinte, visaram a aplicação de massas betuminosas na totalidade da rua, uma das principais do bairro, com habitações e estabelecimentos comerciais. Com o asfaltamento, a via ficou em condições de ser reaberta em breve à circulação automóvel, ainda que de forma condicionada, devido à necessidade de intervenções ao nível do abastecimento de água.
Os trabalhos do projecto “Requalificação e Revitalização Urbana do Bairro de Troino Nascente”, incluído no programa ReSet – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Setúbal, já permitiram a beneficiação de diversas ruas e áreas.
Também a rua Frei Agostinho da Cruz, com ligação à avenida Luísa Todi, é um dos locais com as intervenções já terminadas, encontrando-se reaberta à circulação automóvel e pedonal, tal como a Praça Teófilo Braga, local onde está instalado o estaleiro de obras.
A colocação de pilaretes, para eliminar o estacionamento abusivo e dar primazia à circulação, a plantação de árvores, a renovação das redes de águas residuais domésticas e pluviais e de abastecimento de água e a construção de novas infra-estruturas de arruamento foram acções realizadas na rua Frei Agostinho da Cruz.
Intervenções semelhantes ocorreram, igualmente, na rua João Eloy do Amaral, onde os trabalhos estão praticamente concluídos, tal como no Largo da Verónica, agora totalmente reabilitado, com áreas de estadia e novo mobiliário urbano.
Os trabalhos da empreitada de requalificação de Troino, um investimento de perto de um milhão de euros, centram-se agora nas travessas das Amoreiras e do Caetano e na rua Fran Paxeco, esta já com um pequeno troço concluído.
O projecto, numa área superior a 10 mil metros, pretende melhorar a imagem urbana desta área da cidade e estimular a fixação de novos moradores. As obras são comparticipadas por fundos comunitários, com uma taxa de 65 por cento, canalizados através do PORLisboa – Programa Operacional Regional de Lisboa, ao abrigo do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional

Agência de Notícias 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010