Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Acidentes matam três pessoas no Pinhal Novo e Seixal

Domingo trágico nas estradas do distrito de Setúbal 

Duas pessoas morreram num despiste na Estrada Nacional 5, entre Rio Frio e Poceirão, no concelho de Palmela, na tarde deste domingo. As vítimas mortais, uma mulher de 23 anos e um homem de 27, seguiam num carro que entrou em despiste e embateu numa árvore na berma da estrada. Apesar dos esforços das equipas de socorro os óbitos foram declarados no local. O trânsito foi cortado nos dois sentidos. No local estiveram 14 operacionais, apoiados por seis viaturas, dos Bombeiros Voluntários do Pinhal Novo, GNR e VMER do Hospital de Setúbal. Horas antes, em Vale de Milhafes, no concelho do Seixal, uma mulher de 65 anos perdeu a vida após um despiste. Apesar da pronta intervenção dos Bombeiros do Seixal e da VMER do hospital Garcia de Orta, em Almada, a mulher acabou mesmo por falecer no local. Tinha uma banca de peixe no mercado 31 de Janeiro, em Lisboa, e fornecia vários 'chefs'. 
Apesar do socorro, os dois despistes causaram três vitimas mortais

Um homem de 27 anos e uma mulher de 23 morreram, este domingo, no despiste de um automóvel, no concelho de Palmela, distrito de Setúbal, revelaram à agência Lusa fontes dos bombeiros e da GNR.
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que o acidente, cujo alerta foi dado às 17h13, ocorreu ao quilómetro 18 da estrada nacional (EN) 5, entre Rio Frio e Poceirão, no concelho de Palmela.
A fonte da GNR precisou que as vítimas mortais são um homem de 27 anos e uma mulher de 23, que eram os únicos ocupantes da viatura.
Segundo a mesma fonte, por volta das 19 horas, a circulação automóvel na zona onde ocorreu o acidente ainda se fazia de forma condicionada.
As operações de socorro envolveram 17 operacionais dos Bombeiros de Pinhal Novo e da GNR, apoiados por sete veículos, além de uma viatura médica de emergência e reanimação (vmer) do Hospital de Setúbal.

Peixeira Açucena Veloso morre em despiste
Açucena Veloso, 65 anos, conhecida peixeira de Lisboa, morreu este domingo na sequência do despiste do automóvel que conduzia na zona de Corroios, no concelho do Seixal.
No Facebook da peixeira, que fornecia peixe para chefs de renome, são já várias as mensagens de consternação, entre elas as de alguns chefs e a de Margarida Martins, presidente da Junta de Freguesia de Arroios.
O chef Fábio Bernardino fala de Açucena Veloso como uma "segunda mãe". "Conhecia-a há muito tempo. Ajudou-me muito na minha carreira. Não só pelo peixe que me arranjava, mas também pelos conselhos que me dava", diz ao DN, realçando que a peixeira "era uma excelente pessoa para toda a gente".
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que o despiste com capotamento, cujo alerta foi dado às 8h23, ocorreu na Rua de Niza, no lugar de Vale de Milhaços, concelho de Seixal.
Contactado pela Lusa, o Comando Distrital de Setúbal da PSP que remeteu para segunda-feira mais informações sobre o acidente.
Uma fonte do Bombeiros Voluntários do Seixal precisou à Lusa que a vítima mortal do despiste é uma mulher de 65 anos que viajava sozinha no veículo, mas não adiantou a identidade da mesma.
Participaram nas operações de socorro elementos dos Bombeiros do Seixal, da PSP e a viatura médica de emergência e reanimação (vmer) do Hospital Garcia de Orta, em Almada, num total de 17 operacionais, apoiados por sete veículos.

Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010