Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Moita implementa medidas para poupar água

Autarquia reformula a programação das regas de todos os espaços verdes

O Município da Moita, apesar de não estar diretamente afetado pela situação de seca que assola o País, implementou diversas medidas de modo a contribuir para a poupança de água. Assim, explica a autarquia à Agência de Notícias, "foi reformulada a programação das regas de todos os espaços verdes, estando os mesmos a ser regados no período noturno". Paralelamente, foi efetuada "uma redução para metade dos tempos de rega, passando esta a funcionar durante 5, 10 ou 15 minutos, conforme o coberto vegetal, por forma a otimizar o uso da água no período crítico de seca severa", diz a Câmara da Moita. 
Câmara da Moita impõe medidas para poupar água 

Todas as fontes decorativas do município da Moita que se encontram a funcionar "estão dotadas de um sistema de recirculação de água que consiste num circuito fechado de utilização da mesma água, sendo que apenas é reposta uma pequena parte que corresponde à quantidade que é perdida por evaporação e dispersão", sublinha a autarquia em comunicado.  No entanto, estas fontes "estão a ser ligadas apenas aos fins de semana e feriados. As restantes fontes decorativas encontram-se desligadas", diz o mesmo documento.
Em conjunto com a Entidade Gestora “em alta” do saneamento – Simarsul, o Município da Moita está igualmente a proceder à avaliação da possibilidade de reutilização das águas tratadas da ETAR Moita / Barreiro / Quimiparque na rega do Parque José Afonso, na Baixa da Banheira.
Refira-se também que é procedimento habitual, correspondendo a uma preocupação constante dos serviços municipais, "a deteção e resolução de fugas de água, bem como a substituição de tubagens que possam encontrar-se em mau estado, tendo inclusivamente sido criadas zonas de medição e controlo, de modo a avaliar permanentemente a existência /aparecimento de perdas de água no sistema de abastecimento de água", conclui o município gerido por Rui Garcia. 

Câmara volta a receber Selo da Qualidade para a água de abastecimento

A Câmara da Moita recebeu, no dia 8 de novembro, pelo quinto ano consecutivo, o “Selo de Qualidade de Abastecimento de Água para Consumo Humano”, atribuído pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.
Segundo aquela entidade, o objetivo deste galardão é “evidenciar as entidades prestadoras de serviços de abastecimento público de água que, no último ano de avaliação regulatória, tenham assegurado uma qualidade exemplar da água para consumo humano”.
Os prémios e os Selos pretendem ser um estímulo à melhoria dos serviços prestados, promovendo a excelência.
O júri do galardão é constituído por várias entidades representativas do setor, designadamente a Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas, a Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental, a Associação Portuguesa dos Recursos Hídricos, a ESGRA - Associação para a Gestão de Resíduos, a Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais e a Deco - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor.

Agência de Notícias com Câmara da Moita 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010