Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Dois sírios fogem de navio atracado em Setúbal

Homens que fugiram de navio já estão sob custódia do SEF

Os dois jovens sírios que quinta-feira de manhã abandonaram um navio de carga atracado no porto de Setúbal foram localizados na Gare do Oriente, em Lisboa, disse à agência Lusa o capitão do porto de Setúbal, Luís Lavrador. Dois tripulantes de um navio atracado no porto de Setúbal fugiram, de mochila às costas, para a cidade. Caso está a ser seguido pela Polícia Marítima, SEF, PSP e PJ. Tratava-se de dois tripulantes de um navio atracado no porto de Setúbal, avistados por um segurança do terminal a sair, de mochila às costas e em passo apressado, por volta das sete da manhã.
SEF localizou os dois sírios na Gare do Oriente, em Lisboa 

"Os dois indivíduos foram localizados ao final do dia na Gare do Oriente e estão sob custódia do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras)", disse o capitão do porto de Setúbal, admitindo que os dois jovens, de 20 e 22 anos, poderiam estar a preparar-se para fugir para outro país europeu.
Segundo Luís Lavrador, os dois tripulantes que fugiram hoje de manhã do navio de carga Nagham, com bandeira do Panamá, vão regressar ao navio a que pertencem, onde deverão permanecer à guarda do comandante.
Luís Lavrador referiu ainda que, a partir de agora, todos os tripulantes estão proibidos de abandonar o Nagham, um navio proveniente de Marrocos e que só deverá largar do porto de Setúbal no próximo sábado, rumo às Tunísia.Walid Jenad, de 20 anos, e Bashar Helly, de 22, tinham autorização do SEF para “tratar de assuntos logísticos, como ir ao banco” dentro do porto e nos espaço em redor. Esta licença, concedida pelo SEF, é dada aos tripulantes dos navios que chegam ao porto de Setúbal e é apelidada de “yellow card” (carta amarela), explicou o comandante Luís Lavrador, da Capitania do Porto Setúbal.
No entanto, esta “não é de todo uma situação normal” acrescenta o responsável do comando marítimo de Setúbal, porque “nem a autoridade, nem o comandante do navio” tiveram conhecimento de que os homens iam sair da embarcação. Apesar disso, o comandante afirmou que não é certo que os dois homens tenham fugido. Cento é que saíram cidade dentro e só reapareceram ontem à tarde na Gare do Oriente, em Lisboa.
Um segurança do terminal portuário, que avistou os homens, tê-los-á chamado ao vê-los. Em reação, os indivíduos começaram a correr em direção ao exterior, contou o segurança às autoridades. O alerta para o 112 foi dado de seguida, estando a Polícia Marítima, a Polícia Judiciária, a PSP e a GNR no terreno e o SEF a acompanhar a situação.
Segundo o SEF, o navio com bandeira do Panamá chegou a Portugal com 18 tripulantes a bordo. E está previsto partir daqui a dois dias.

Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010