Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Utentes protestam no Hospital de Santiago do Cacém

Câmara solidária com protesto no Hospital do Litoral Alentejano

A Câmara de Santiago do Cacém está solidária com o protesto agendado para esta terça-feira, às 17h30, no Hospital do Litoral Alentejano, contra o encerramento de serviços na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, pela admissão de profissionais de saúde e por serviços adaptados às reais necessidades das populações do Alentejo Litoral. O protesto é organizado pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses e pelas Comissões de Utentes do Litoral Alentejano. Recorde-se que o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, solicitou, no dia 4 de Outubro, com caráter de urgência, uma reunião ao Secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, tendo essa solicitação surgido na sequência da tomada de conhecimento da existência de graves problemas no Hospital do Litoral Alentejano, nomeadamente por falta de recursos humanos naquela unidade hospitalar. 

Utentes e enfermeiros protestam no Hospital do Litoral Alentejano

A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses realizam um protesto esta terça-feira, às 17h30, no Hospital do Litoral Alentejano contra o encerramento de serviços e a falta de profissionais de saúde.
Consideram inadmissível que, "por falta de profissionais, sejam encerrados serviços, caso da Unidade de Convalescença e Unidade de Cuidados Paliativos", tendo já solicitado esclarecimentos ao Conselho de Administração da instituição e exigido soluções imediatas ao Governo, na pessoa do Ministro da Saúde, diz a Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano em comunicado enviado à ADN-Agência de Notícias.
Por outro lado, os utentes tiveram conhecimento do "incompreensível despedimento de profissionais de saúde (Enfermeiros, assistentes operacionais e Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica), quando, só enfermeiros faltam mais de 60 nesta instituição".
Pelos mencionados motivos a Comissões de Utentes do Litoral Alentejano e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, irão realizar uma Concentração, no dia 17 de Outubro junto ao  Hospital de Santiago do Cacém: "contra o encerramento de serviços; pela admissão de profissionais de saúde; por serviços de saúde adaptados às reais necessidades das populações do Alentejo Litoral", diz a organização do protesto.
A Câmara de Santiago do Cacém está solidária com o protesto agendado para esta tarde.
Recorde-se que o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, solicitou, no dia 4 de Outubro, com caráter de urgência, uma reunião ao Secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, tendo essa solicitação surgido na sequência da tomada de conhecimento da existência de graves problemas na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, em particular no Hospital do Litoral Alentejano, nomeadamente "por falta de recursos humanos naquela unidade hospitalar, que coloca inclusivamente em risco o funcionamento do serviço de paliativos e mesmo o encerramento do serviço de convalescença, situação confirmada pelo presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano, Luís Matia", explica a autarquia em comunicado.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010