Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

GNR de Almada apanha suspeitos de assaltos

Três detidos por furtos em veículos em zonas turísticas de todo o país

A GNR de Almada deteve, esta terça-feira, três pessoas de idades compreendidas entre os 26 e os 36 anos, suspeitas de falsificação de documentos e vários furtos no interior de viaturas em zonas turísticas, anunciou a corporação. Segundo um comunicado da GNR, os três suspeitos, que tinham como principal alvo veículos alugados por estrangeiros, "deslocavam-se a locais turísticos, parques de estacionamento junto de monumentos nacionais e zonas de praia, fazendo-se transportar em veículos de elevada cilindrada alugada ou em viaturas com matrículas falsas".
GNR desmantela bando que assaltava turistas  

"Os furtos foram praticados em todo o território nacional, mas com maior incidência na Nazaré, Peniche, Belém/Lisboa, Sintra e Costa de Caparica [Almada], tendo como principal `modus operandi´ a quebra do vidro das viaturas alugadas pelos turistas", refere o comunicado da GNR, adiantando que a investigação do Núcleo de Investigação Criminal de Almada teve início há cerca de dois anos.
Na operação que culminou com a detenção dos três suspeitos, a GNR efetuou três buscas domiciliárias e apreendeu duas viaturas de alta cilindrada, produto estupefaciente (haxixe e liamba), malas de luxo de senhora, malas de viagem, relógios, perfumes, óculos de sol, equipamentos informáticos e telemóveis, bem como quantias em dinheiro de 19 países, designadamente, de Angola, Dinamarca, Turquia, Estados Unidos da América, Reino Unido, Itália, Canadá, República Dominicana, Israel, Croácia, Japão, Escócia, Colômbia, Lituânia, Brasil, Rússia, Chile, Suíça e Polónia.
Durante o inquérito a GNR recuperou diversas viaturas furtadas, que já foram entregues aos proprietários, bem como diverso material que tinha sido furtado nos locais turísticos e que também já foi devolvidos às vítimas.
Os detidos, com antecedentes pela prática dos mesmos crimes, serão presentes na quarta-feira ao Tribunal Judicial de Almada para aplicação de eventuais medidas de coação.

Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010