Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Homens agrediram PSP no Montijo na quinta-feira

Três homens detidos por agressão a agentes da PSP

Três homens foram detidos na madrugada desta quinta-feira, no Montijo, por agressões a agentes da PSP, durante uma ação de fiscalização rodoviária, anunciou a força policial. De acordo com o comunicado emitido pela PSP, um dos homens mordeu um agente numa mão. Os três homens, com 35, 36 e 58 anos, foram detidos por resistência e coação sobre elemento policial, tendo sido notificados para comparência em tribunal. Este ano, 280 agentes da PSP foram feridos com gravidade em serviço, o equivalente a mais de um polícia agredido por dia. Em todas as situações de agressão, os agentes receberam tratamento hospitalar.
Agentes da PSP foram agredidos por três homens 

"Durante uma ação de fiscalização rodoviária, o condutor, ao ser submetido ao teste de alcoolemia, retirou o aparelho de teste ao agente e agrediu-o, mordendo-o numa mão", referiu a PSP em comunicado.
Depois da agressão, que ocorreu cerca das 2h50 desta quinta-feira, e quando o homem estava a ser algemado, várias pessoas vieram em seu auxílio, agredindo os elementos policiais no local.
"Após a chegada de reforço policial, três indivíduos acabaram detidos, sendo que o condutor, apesar de se ter posto em fuga, se encontra identificado", acrescentou a polícia.
Os três homens, com 35, 36 e 58 anos, foram detidos por resistência e coação sobre elemento policial, tendo sido notificados para comparência em tribunal.

280 agentes da PSP agredidos com gravidade este ano
Este ano, 280 agentes da PSP foram feridos com gravidade em serviço, o equivalente a mais de um polícia agredido por dia, avançou o Correio da Manhã esta semana. Em todas as situações de agressão, os agentes receberam tratamento hospitalar.
O número de agressões deste ano corresponde a mais de metade das 491 ocorridas durante o ano de 2016, de acordo com dados da Associação Sindical dos Profissionais da PSP. A associação defende que sejam reformuladas as patrulhas para que os agentes não estejam isolados.
Paulo Rodrigues, presidente da Associação Sindical dos Profissionais da PSP, afirmou que o ano ficará marcado "pela violência dos ataques", referindo o caso que ocorreu no Catujal, em Loures, onde três agentes foram espancados.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010