Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Escola Secundária preocupa autarcas em Alcochete

Rede informática e placa de fibrocimento já não vão ser substituídas 

Com o início do ano letivo em Setembro, a vereadora da Educação, Susana Custódio, partilhou na última reunião de Câmara de Alcochete, que ao contrário do que havia sido transmitido pela Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, não será substituído a rede e o equipamento informático da escola 2,3 El-Rei D. Manuel I. Susana Custódio referiu que, ao contrário do que havia sido inicialmente transmitido ao município de Alcochete no transato mês de Fevereiro já não há intenção por parte do ministério de Educação em assegurar a substituição da rede informática deste estabelecimento de ensino.
Autarcas reclamam investimentos na Escola Secundária de Alcochete 

“Fui informada de que a verba que estava aprovada e afeta - 114 mil 330 euros - para substituição dos equipamentos informáticos e eliminação das placas de fibrocimento que contêm amianto, já não corresponde, neste momento àquilo que é intenção do ministério de Educação, que só garante a verba para retirar e substituir as placas de fibrocimento”, explicou a autarca. E prosseguiu: “Apesar de, na altura, termos manifestado existirem também outras preocupações na escola, nomeadamente com as condutas de água e com a rede elétrica”, disse a autarca.
Para além destes esclarecimentos, Susana Custódio partilhou também que o mesmo estabelecimento de ensino está a deparar-se com constrangimentos de lotação, visto não haver salas de aula para duas turmas. Perante esta realidade, a vereadora da Educação lamenta também o facto das verbas que estavam canalizadas para a rede informática não terem sido canalizadas para a construção de uma solução para esta carência. “Não posso deixar de partilhar convosco que esta é mais uma manifestação da falta de visão para aquilo que são as necessidades da rede de equipamentos escolares para o concelho de Alcochete”, disse a vereadora da Educação.
“Lamento estarmos a falar de uma escola com mais de 30 anos e que, desde a data da sua construção não tenha sido pensada uma outra solução que pudesse passar pela construção de uma nova escola de ensino básico 2,3 ou pelo seu alargamento de forma faseada para que questões como esta não se colocassem”, sublinhou Susana Custódio.
Quanto ao parque escolar, que é da responsabilidade do município de Alcochete, a autarca referiu que estão a ser "desenvolvidos esforços e procedimentos para ampliar o parque escolar no sentido de, a curto prazo, garantir horários normais para a totalidade das turmas de 1.º ciclo de ensino básico e também aumentar a resposta no pré-escolar", concluiu a autarca.

Agência de Notícias com Câmara de Alcochete

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010