Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 4 de julho de 2017

Praias do Litoral Alentejano sem vigilância

Bandeira Azul da Europa foi hasteada em Santo André 

A Bandeira Azul da Europa foi hasteada, esta segunda-feira, 3 de Julho, na praia da costa de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém. Numa altura em que a falta de nadadores salvadores, em todo o país, tem dificultado o arranque da época balnear, o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha diz que na costa de Santo André estão reunidas as condições para receber os banhistas. No concelho de Sines também ainda há praias sem vigilância.

Praias ainda sem vigilância preocupam autarcas 

“Esta é uma praia de excelência e para além de praia com bandeira Azul, vamos hastear a bandeira de praia acessível e praia Dourada, um galardão que é atribuído pela Quercus pela excelência desta zona balnear que, este ano, conta ainda com um novo concessionário”, diz o autarca de Santiago do Cacém.
Já na praia da Fonte do Cortiço, zona com Bandeira Azul, a situação é mais preocupante e até ao momento não foi possível hastear o galardão, devido à falta de nadadores salvadores.
“A Resgate, com quem temos o protocolo, tem tido dificuldades em encontrar nadadores-salvadores para dar essa resposta. Na próxima sexta-feira, dia 7 de Julho, termina o prazo para colocar nadadores-salvadores naquela praia e hastear a bandeira azul”, contou Álvaro Beijinha.
Caso o prazo não seja cumprido, as praias perdem o galardão Bandeira Azul da Europa.
“Se a Resgate não encontrar solução admitimos recorrer a uma outra associação que parece não ter este problema”, reconheceu o presidente da Câmara de Santiago do Cacém que mantém em vigor um protocolo com a associação de nadadores-salvadores do Litoral Alentejano, para garantir não só a vigilância da praia da Fonte do Cortiço, como nas Piscinas Municipais e nas Piscinas do Parque Urbano Rio da Figueira, em Santiago do Cacém.
“O protocolo está assinado e em vigor e como sabemos que há pelo menos seis praias aqui e nos concelhos de Sines e Odemira que não têm nadador-salvador ficamos ainda mais preocupados porque são necessários 12 profissionais até sexta-feira, sob pena de se perder a bandeira azul”, acrescentou o autarca.

Praias de Sines também sem vigilância 
De acordo com o comandante da Capitania do Porto de Sines, Manuel Sá Coutinho, no Alentejo Litoral “existem ainda algumas praias, com bandeira azul, que já deveriam ter vigilância” mas que não hastearam “devido a dificuldades na contratualização dos nadadores-salvadores”.
Além da praia da Fonte do Cortiço, em Santiago do Cacém, estão sem vigilância as praias da Ilha do Pessegueiro, Vieirinha e Morgavel, no concelho de Sines, Almograve e Alteirinhos, no concelho de Odemira.
“Tratam-se de praias que têm muita afluência de banhistas” durante o verão mas que devido a ausência de vigilância “estão sinalizadas como não vigiadas”, adiantou Sá Coutinho que acredita que a situação poderá estar resolvida nos próximos dias.
“Penso que vai ser possível resolver este problema e acredito que as Câmaras vão conseguir colocar os nadadores em falta nessas praias”, concluiu.
No concelho de Santiago do Cacém, a época balnear arrancou no dia 24 de Junho e termina a 15 de Setembro.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010