Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 25 de julho de 2017

Fogo obriga à evacuação de 500 pessoas em Setúbal

“O incêndio está a ceder”, garante a presidente da Câmara

Um incêndio que deflagrou esta tarde, no Largo Aquilino Ribeiro, em Setúbal, ameaçou habitações e levou à evacuação do Hotel do Sado. Maria das Dores Meira, presidente da câmara de Setúbal, garantiu que “o incêndio está a ceder”. Ao início da noite, corporações de Lisboa e de Évora juntavam-se ao dispositivo operacional no terreno para ajudar às operações de rescaldo. O incêndio chegou a ameaçar várias habitações nas zonas de Reboreda e Viso. Uma centena de habitações e um hotel chegaram a ser evacuados por precaução. Segundo fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil , um infantário foi também evacuado. O incêndio evoluiu noutra frente para perímetro urbano, ameaçando algumas habitações nas localidades de São Julião, Nossa Senhora da Anunciada e Santa Maria da Graça. Às 23 horas combatiam as chamas 140 operacionais, ajudados por 49 viaturas. Um bombeiro, um agente da PSP e um popular tiveram de receber assistência hospitalar devido à inalação de fumos. 

Fogo ainda está ativo na cidade de Setúbal 

De acordo com Maria das Dores Meira, o fogo deu-se numa "zona de mata que estava assinalada para ser limpa e os proprietários foram notificados várias vezes pela autarquia, pelo que a Câmara Municipal iria tomar posse administrativa" para que a mata fosse limpa.
Esta noite, a Proteção Civil Municipal de Setúbal apelou à população da Quinta dos Vidais e da Reboreda para abandonar o local devido à proximidade de um incêndio. Cerca de 500 pessoas foram retiradas de casa.
Ao contrário da informação avançada pelo Jornal de Notícias, o Hospital da Luz não foi evacuado pelas autoridades nem há fumo no seu interior. O incêndio está a aproximar-se do edifício mas “dentro do Hospital, está tudo tranquilo e a decorrer na normalidade”, confirmou fonte do Hospital.
Em declarações aos jornalistas a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira sublinha que este foi "um pequeno incêndio que rapidamente tomou grandes proporções e ultrapassou a estrada para outra encosta".
A Proteção Civil Municipal de Setúbal está a apelar à população da Quinta dos Vidais e da Reboreda para abandonar o local devido à proximidade do incêndio. “Apelamos à população para se dirigir para zonas de menor risco, designadamente para a avenida Luísa Todi, ou outras”, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil Municipal. Maria das Dores Meira garantiu que “todos os meios estão a ser acionados” para "garantir as refeições e o alojamento das pessoas que foram retiradas de casa". 
As chamas também obrigaram os bombeiros e a PSP a evacuar o Hotel do Sado e um prédio com 42 habitações no Largo Aquilino Ribeiro, no Bairro da Reboreda. Foi neste local que se viveram momentos de tensão e pânico entre a população, com o aproximar do fogo e o muito fumo no ar.
Um cidadão de nacionalidade inglesa, que estava hospedado no hotel, foi transportado para o Hospital São Bernardo, devido a inalação de fumo.
Segundo Patrícia Gaspar, o incêndio deflagrou numa zona florestal no Casal dos Combros, à entrada de Setúbal e, cerca das 19h45, ainda estava ativo.
Familiares de moradores na zona do incêndio disseram à agência Lusa que o fogo estava relativamente próximo de algumas moradias e de uma bomba de gasolina na EN 10 (que liga Vila Franca da Xira a Almada, com passagem por Alcácer do Sal e Setúbal), que está cortada ao trânsito, mas a Autoridade Nacional de Protecção Civil diz não ter informação de qualquer zona sensível que esteja na linha de fogo.
O fogo terá começado numa zona de mato e o alerta foi dado pelas seis da tarde.

Agência de Notícias com Lusa 
Leia outras notícias do dia em 

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010