Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 27 de junho de 2017

Seixal e Barreiro voltarão a estar ligados por ponte

Investimento de quatro milhões para ponte de 350 metros

Em 1969, um navio chocou com a ponte ferroviária que, desde 1923, fazia a ligação entre o Seixal e o Barreiro. Mesmo com muitas contestações, a ponte nunca fora recuperada, pondo assim fim à circulação do comboio. Agora, quase 50 anos depois, foi assinado um protocolo entre os dois municípios para que seja construída uma nova infraestrutura pedonal e ciclável. A ponte vai ter cerca de 300 metros (num total de extensão de obra de 800) e fará a ligação entre núcleo urbano antigo do Seixal e o terminal ferroviário do Barreiro. Segundo um comunicado enviado pela autarquia do Seixal, irá ser aproveitado “o espaço de uma antiga ponte ferroviária que fez, em anos longínquos, a ligação entre os dois concelhos”. Se tudo correr como planeado, a obra fica terminada ainda no decorrer do próximo ano.
Seixal e Barreiro assinaram protocolo para nova ponte 

Os concelhos do Barreiro e do Seixal vão voltar a ligar-se através de uma ponte, quando a ligação pedonal e ciclável ficar concluída em 2018. O protocolo para a construção foi assinado, no âmbito do 1º Festival Náutico da Baía do Seixal, e prevê um investimento de quatro milhões de euros. Atualmente é necessário percorrer 16 quilómetros, depois será menos de um.
"Vai permitir que populações muito próximas de coração e geograficamente possam estar também próximas em termos de acessos", disse Joaquim Santos, presidente da Câmara do Seixal. "É uma mais-valia para comércio, educação, serviços e turismo. É essencial e vem enriquecer os concelhos", disse o autarca do Barreiro, Carlos Humberto.
A ligação será entre o terminal ferroviário do Barreiro e o núcleo urbano antigo do Seixal, passando perto do Centro de Estágios do Benfica. A extensão da obra será de 800 metros, sendo que a ponte propriamente dita terá aproximadamente 350 metros (sobre o Rio Coina) e, segundo a autarquia do Seixal, em comunicado, “irá aproveitar o espaço canal de uma antiga ponte ferroviária que fez, em anos longínquos, a ligação entre os dois concelhos”.Foi em 1969 que os dois municípios deixaram de estar ligados pela ponte ferroviária que então existia, depois de um navio que servia a Siderurgia Nacional ter chocado contra a mesma. Essa ponte nunca mais foi recuperada, pondo fim às viagens do comboio que lá circulava desde 1923.
Desde então, os meros 400 metros que separam Barreiro e Seixal por água, transformaram-se em 16 quilómetros por estrada.
A obra custará cerca de quatro milhões de euros, financiados a meias pelos dois municípios do distrito Setúbal que submeteram candidaturas a fundos europeus, para financiamento a 50 por cento, inseridas no Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável da Área Metropolitana de Lisboa, programa que financia, apenas, investimentos relacionados com a mobilidade sustentável.
Em comunicado, a autarquia do Seixal salienta que “a construção desta ponte permitirá também o crescimento do turismo, pois assim poderá circular-se mais facilmente entre os dois municípios e usufruir das suas zonas ribeirinhas”.
Esta ponte é apenas ciclável e pedonal, mas os autarcas do Seixal e Barreiro, em reunião este mês, anunciaram que vão pedir reunião ao ministro do Planeamento e das Infraestruturas para reivindicar a construção de uma ponte também rodoviária. Nessa ocasião lembraram que desde 1999 que está prevista no Plano Rodoviário 2000 a ER 10, uma estrada que ligaria Almada ao Seixal e Barreiro, mas que continua parada em Corroios.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010